Hearts And Bones @ Festival Músicas do Mundo – 28/07/16, Auditório Centro de Artes, Sines

A nossa jornada pelas Músicas do Mundo continuou com um duo português apostado em perpetuar a herança deixada primeiro à cultura norte-americana e posteriormente ao mundo pelo blues e pelo folk do pais do outro lado do Atlântico. Esse duo, Hearts And Bones, é composto por Petra Pais na voz, guitarra e percussões e por Luís Ferreira na guitarra (com ocasional slide) e voz, ambos dos Nobody’s Bizness, reconhecida banda de blues nacional. O foco? A reinvenção e reinterpretação de mestres como Robert Johnson (não poderia faltar), Paul Simon, Bob Dylan, Willie Dixon, Patsy Cline e Muddy Waters, além do seu próprio material, que foram reunindo ao longo da sua carreira.

 

O espaço, acolhedor e intimista revelou-se perfeito para a proposta, tendo como único defeito o facto de ser algo quente e abafado. No entanto, a sua escuridão fez-nos esquecer o sol (não o calor) do exterior e mergulhar neste viagem, que nos transportou mais para além do que é uma amostra do blues ou country/folk norte-americano. Transportou-nos por emoções, que não têm nacionalidade, cor, raça ou credo e foi dessa proximidade que estabeleceu a ponte entre a dupla e o público presente, bebés incluídos. Só não foi uma ligação mais forte por timidez do público que foi totalmente superada no último tema, clássico de Muddy Waters, “Got My Mojo Working”.

 

Um bom concerto intimista onde foi notória a emoção dos seus participantes, eles que afirmaram estar do lado do espectador há já onze edições e que era uma honra enorme para eles estarem finalmente do lado de lá. Da tristeza à sensualidade, da melancolia à animação, foi esta a magia da música que os Hearts And Bones brindaram num concerto especial.

 
Reportagem por Fernando Ferreira e fotos por Sónia Ferreira

[quadsvi id=1]

Support World Of Metal
Become a Patron!

New WOM Android APP – Read All Our Issues for free!
World Of Metal Magazine – Out Now
Download It Here!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.