Aidan Baker & Tomas Järmyr – “Werl” Review

01. Werl I
02. Werl II
03. Werl III
04. Werl IV
05. Werl V
06. Werl VI
07. Werl VII
08. Werl VIII
Duração 95:51
Estes dois nomes poderão passar despercebidos mas os mais conhecedoras saberão que o nome de Aidan Baker está ligado aos Nadja e aos Caudal (entre outros) e que Tomas Järmyr também bastante activo com os Zu, Yodok e Barchan (entre muitos outros também) ou seja, que o que temos aqui é potencialmente uma viagem para fora do corpo. E é exactamente isso que temos aqui. Uma viagem incómoda, sufocante mas acima de tudo, deliciosa. Misturando no mesmo tacho drone, psicadelismo, doom e space rock, é difícil dizer onde começa uma coisa e acaba outra. Ou até mesmo saber onde começa uma faixa e acaba outra. É uma experiência única no que diz respeito ao acto de ouvir música e definitivamente será um daqueles trabalhos que vai criar tantos amores como ódios. Se calhar mais ódios. Nós, aqui, ficámos fãs e viciados. Se aqueles que acham que a componente ambient é maricas no metal, então têm que vir ouvir isto para desfazer preconceitos idiotas.
Nota 9/10
Com o apoio de

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.