Chiral – “Gazing Light Eternity” Review

Chiral mais do que ser uma banda ou one-man-band (embora hoje em dia seja uma two-man-band) é o nome do mastermind italiano por trás dos |||, que fizemos uma crítica num passado não muito distante, num trabalho que nos agradou ouvir (e ainda agrada, porque de vez em quando lá voltamos nós), e que tem aqui o seu projecto principal onde nos apresenta uma dose muito musculada do seu black metal depressivo ou melancólico. “Gazing Light Eternity” é já o terceiro álbum de originais e logo à primeira faixa ele surge com a capacidade nos cativar.
“Part I (The Gazer)” é o primeiro tema, um épico com quase quinze minutos que através da repetição nos consegue hipnotizar sem dificuldade – claro que depois dependerá da sensibilidade de cada um mas para nós é algo que funciona instantaneamente – instantanemanete como quem diz, ao longo de quinze minutos. No entanto, para quem possa pensar que o que temos ao longo destas quatro faixas é apenas algo na linha da já citada “Part I (The Gazer)” poderá desenganar-se, já que “Part II (The Haze) é um interessante exercício em darkwave/ambient/neofolk acompanhado por alguns samples daquilo que julgamos ser filmes que não conseguimos identificar.
“Part III (The Crown)” marca o regresso à distorção e à repetição hipnótica, baseiando-se num ritmo mais compassado e contemplativo, bem mais próximo do black metal depressivo mas com dinâmica e inteligência suficiente para garantir o interesse do ouvinte durante mais quase quinze minutos. “Part IV (The Hourglass)” é mais uma peça de darkwave/ambient que é a conclusão ideal para um trabalho que todos os que gostam do lado mais contemplativo e melancólico do black metal não poderão perder. A banda também já anunciou o lançamento lá para o final do presente ano de um álbum folk totalmente acústico. Ficamos na expectativa, já que pelo o que ouvimos aqui, vem mais uma bomba.
1. Part I (The Gazer)
2. Part II (The Haze)  
3. Part III (The Crown)  
4. Part IV (The Hourglass)
Duração 40:36
Nota 9/10

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.