Crazy Lixx – “Sound Of The LIVE Minority” Review

Quando se quer hard rock clássico (daquele que entrou em extinção com o meteoro que embateu contra si chamado grunge), já se sabe onde se deve ir: Frontiers Records. Talvez por vezes se sinta um pouco como ir ao Parque Jurássico onde nos é possível visualizar um pedado da história do passado que julgávamos morta e enterrada. Talvez esta metáfora seja forçada e até um pouco insultuosa, mas a realidade é que gostamos desta visão ao passado porque além de fazer parte do nosso crescimento, tanto pessoal como musical, também faz parte de uma parte importante do som pesado que é a razão de estarmos todos aqui, na World Of Metal.
Pegando na mesma metáfora do Parque Jurássico, os Crazy Lixx não pertenceriam ao lote de dinossauros recriados por sangue conservado em ambar. Seriam mais uma experiência a partir dessa memória genética ancestral para criar algo novo. É o caso dos Crazy Lixx, que nasceram já no novo milénio e que lançaram quatro álbuns de original e que lançam com este “Sound Of The LIVE Minority” o seu primeiro trabalho ao vivo, aproveitando a excelente prestação no palco de Bang Your Head Fest na Alemanha. Quer-se dizer, não estavamos presentes mas é o que achamos que aconteceu a avaliar por estas catorze malhas de hard rock energético há boa e velha maneira da década de oitenta.
É um daqueles álbuns que serve dois propósitos. Além de ser uma celebração óbvia da banda para os seus fãs, também se trata de um excelente cartão de visita para a banda se apresentar ao vivo e a tocar os seus melhores momentos. Aceitamos que poderão existir muitas pessoas que sejam imunes a este tipo de encantos, mas é inegável que este é um álbum ao vivo que dá gozo ouvir. Numa altura em que o formato é praticamente obsoleto, isto já é dizer muito. Para o pessoal da velha guarda, esta é uma banda à qual devem prestar alguma atenção
01. Intro
02. Rock and a Hard Place
03. Lock up your Daughter
04. Blame it on Love
05. Sound of the Loud Minority
06. Riot Avenue
07. Call to Action
08. Road to Babylon
09. My Medicine (R.O.C.K)
10. Hell Raising Women
11. Girls of the 80’s 
12. Heroes are Forever
13. Whiskey Tango Foxtrot
14. 21′ Til I Die
Duração 67:05 
Nota 8/10

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.