Especial Iberian True Black Metal Fest: Entrevista – Lóstregos

No passado dia 8 de Abril, o porto foi invadido pelo black metal, fruto da primeira edição do Iberian True Black Metal Fest, organizado pela True Black Metal Spain: Media & Promotion. O cartaz reuniu dois nomes nacionais (Espectro Beastanger) e três bandas espanholas (BalmogHate Legions Lóstregos) num cartaz bastante forte dentro do espectro do underground do black metal.
A fechar a noite, surgiram os Lóstregos, banda galega de black metal pagão que lançou o seu EP de estreia em 2016. Fomos falar com eles, encerrando assim este ciclo de destaque à primeira edição do Iberian True Black Metal Fest

WOM – Lostregos é uma banda nova porém seus membros já possuem experiência considerável como artistas individuais. Já tiveram bandas de black, tocando death metal, grind, trash. O que é que essas influências individuais influenciaram o som do Lóstregos?
Lóstregos Pois as influências que temos de tocar em diversos grupos diferentes do metal extremo é o que nos une. E o Black Metal foi algo que nos gostou de verdade. Eu tinha uma banda de Black Metal antes de Lóstregos também, eles também tocavam juntos metal. Foi coisa do tempo, encontramo-nos no caminho e montamos esta banda.
WOM – Foi circunstancial?
Lóstregos Conheciamo-nos, eles eram amigos, outros tocavam juntos noutra banda outros conhecemos mais tarde. Foi assim, por amizade.
WOM – Essas outras bandas em que vocês participaram, vocês trouxeram alguma coisa delas, ou este projecto é totalmente novo, pensado e não tem nenhuma ligação com as influências individuais?
Lóstregos As influências que colhemos, eu sempre quis ter uma banda de Black Metal, ele também é muito fã dos sons mais pagãos, menos…Black Metal.E juntar as influências que temos cada um e fazer a banda, ao nosso estilo próprio, a nossa personalidade.
WOM – A origem do nome significa relâmpago, a escolha desse nome tem a ver com alguma crença pagã, a natureza, ele tem a ver com algum reflexo do paganismo local de vocês, ou simplesmente de que forma é que surgiu a ideia do nome?
Lóstregos As nossas letras falam muito sobre natureza, a força que tem a natureza, um lóstrego é um relâmpago, queremos transmitir força, raiva e ….beleza, melodia.
WOM – É possível ao ouvir o álbum “Alzamento no Norte” notar influências marcantes do paganismo e folclore da Península Ibérica. Além de uma atmosfera forte e carga emocional aliados com fúria e alguns sentimentos relaxantes. Quais as influências culturais que levaram vocês a produzirem esses momentos em que conseguem aliar ódio e a força da natureza?
Lóstregos – A natureza sempre está muito presente em nós. Nós sempre quando podemos fazemos excursões fora, a crença da cultura celta está em nós muito marcada, juntamos isso com a música. Assim, recolhemos influências dos nossos passeios pelos bosques. A cultura celta sempre está muito presente.Desde petroglifos, monumentos…
WOM – Qual a agenda de espectáculos que têm programada ainda para este ano, a divulgação de esse álbum. Onde serão esses próximos lugares e o que é que planeiam futuramente?
Lóstregos – O próximo que temos é este mini tour de Abril depois com os nossos amigos na apresentação do seu disco acompanhando-os. No Verão não temos mais planos.O próximo salto esperemos que seja a Europa. O próximo disco para meados de Setembro, Outubro estará pronto.
Entrevista e fotos por Jhoni Vieceli
Transcrição, tradução e edição das fotos por  Sónia de Almeida Lopes Molarinho Carmo
Agradecimentos à True Black Metal Spain: Media & Promotion e Lord Mazarbul
Reportagem do evento Iberian True Black Metal Fest estará disponível na edição de Junho da World Of Metal

Support World Of Metal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.