Hellside – “Troca Desigual” Review

2017 – EP – Edição de Autor

São mais de vinte anos dedicados ao underground e, após um grande hiato, os Hellside voltaram à activa há alguns anos e muito prolíficos, principalmente em quesito de shows. Quem conhece, sabe que o quarteto araraquarense não pensa duas vezes antes de se apresentar, porém, o grupo está afiadíssimo em termos de composição também.
A prova disso é este novo EP intitulado “Troca Desigual” que traz a banda em seu momento mais coeso e brutal até então. O tradicional Crossover do grupo aqui se faz presente, trazendo o Hardcore com um pé no Grindcore, tendo até influências de Crust em alguns momentos.
As guitarras de Fravin mantêm a insanidade habitual com riffs velozes e um timbre muito bem escolhido, sendo que o baixo de Sergin soa mais potente do que nunca, trazendo linhas mais soltas do que o normal, além de dar um peso extra às músicas. O baterista PP destrói seu kit com velocidade e pegada certeira.
Tudo tendo à frente os vocais de Zaba que clamam por revolução em letras de protesto, que lamentam o caos social, a corrupção e a mente enferma da sociedade atual. Destaque para as faixas Congo, Copa Imunda (um hit imediato) e a faixa título. A produção nos estúdios Pé de Macaco, a cargo de Rodolfo Nei, caiu como uma luva. Uma ode ao underground!

Nota 8/10

Review por Vitor Franceschini

https://www.facebook.com/Hellside-680282798673987/?fref=ts

Support World Of Metal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.