Identidade Misteriosa Review

Identity ou Identidade Misteriosa conta a história de dez pessoas, apanhadas no meio de uma tempestade, que são obrigadas a se refugiarem num motel. Aos poucos, vão sendo todos mortos um a um sem se saber a verdadeira identidade do assassino. Dito assim para ser bastante simples certo? Errado! Ao mesmo tempo que esta accção decorre, é-nos apresentada uma outra em que um prisioneiro apenas umas horas de ser condenado á morte consegue obter uma audiência, através do seu advogado e sobretudo do seu psiquiatra (Alfred Molina – Homem Aranha 2) para ser-lhe retirada a condenação e a ser internado num asilo. 
O que é que uma coisa tem a ver com a outra? Nada ao princípio, tudo lá para o fim. Mas também não vou contar para não estragar a surpresa. Identidade Misteriosa é um filme que cruza dois ambientes distintos. O típico ambiente policial de mistério e suspense de Agatha Christie dos quais sou um grande fã e as reviravoltas tipícas dos thrillers dos anos 90 se bem que a reviravolta aqui é das grandes, senão das enormes mesmo. Conta também com um grande elenco constituído por John Cusack (Alta Fidelidade), Ray Liotta (Tudo Bons Rapazes), Amanda Peet (Falsas Aparências) e Rebecca De Mornay (A Mão Que Embala O Berço) e é realizado por James Mangold (Wolverine).
Tal como em A Vila, a reviravolta do argumento pode trazer algumas decepções mas na minha opinião a reviravolta é de tal forma engenhosa que se consegue passar por cima disso ou pelo menos eu consegui. Vale a pena mais que não seja pela curiosidade. 
Nota 7/10
Com o apoio de

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.