Máquina do Tempo – Voidhaven / Mata-Ratos / Necrotombs / Motive / The Rite / The Price / Overthrow / Brant Bjork

Voidhaven – “Voidhaven”

2018 – Solitude Productions

EP (ou single) de estreia dos Voidhaven, banda alemã dona de uma sonoridade old school de doom/death metal, que nos lembra tanto My Dying Bride como Godgory, sem ser propriamente uma cópia de qualquer uma delas. Dois temas, quase a chegar aos dez minutos cada um, que nos fazem ficar fãs da banda sem grandes dificuldades. Sobriedade, bom ambiente captado na produção e dois temas que estão bem construídos. Temos banda!

Nota 9/10
Review por Fernando Ferreira


Mata-Ratos – “88 / 86-88”

1988 / 2019 – Raging Planet Records

Reedição da mítica demo dos Mata-Ratos, com um som bem cru mas que soa ainda muito bem aos nossos ouvidos. Ainda para mais quando nos é apresentado com uma série de temas mais antigos (os tais de 86) e com outros ao vivo, presentes num cd bónus para quem adquirir o vinil. É um pedaço da história do punk nacional através de uma das suas bandas pioneiras. De um encanto e interesse histórico únicos.

Nota 9/10
Review por Fernando Ferreira


Necrotombs – “Embalmed With Rotten Flesh”

2018 – Edição de Autor

One man band que, como poderá ficar claro, anda pelos campos do death metal mais bruto. Por acaso, o primeiro impacto é confuso com uma voz que nos parece um misto de Donald Tardy dos Obituary e de Maurice Swinkels dos Legion Of The Damned que surge na “Strangled With Guts”, o primeiro tema, e que depois desaparece nos restantes. A dúvida foi inquietante (não desfeita pelas informações ao nosso alcance que consistem apenas que se trata de uma one-man band por parte de Xerberus, dos Stigmhate. Seja como for, seria interessante ouvir mais daquela voz. Musicalmente temos o death metal com temáticas gore, sem grandes rasgos de brilhantismo mas que não podemos chamar de básico. Muito pelo contrário, temos bons detalhes por aqui como na segunda parte do tema-título, instrumental e de longe o mais interessante. Seria excelente se o resto tivesse esta dinâmica e nos espetasse na cara este tipo de eficácia.

Nota 6.5/10
Review por Fernando Ferreira


Motive – “Fight The World”

2018 / 2019 Metal Devastation Records

Para alguns de nós começa a ser algo confuso (internamente) dizer que uma banda cujo primeiro álbum é de 2001 é veterana. A verdade é que o tempo não pára e que nós, pelo contrário, temos tendência a ficar presos a uma certa época – ou seja consideramos que somos eternamente jovens. Isto tudo para dizer que os norte-americanos Motive têm em “Fight The World” o seu quarto trabalho, inicialmente lançado em edição de autor e agora repescado pela Metal Devastation Records. O som é cru e traz-nos thrash metal bruto e raçudo (daquele em que temos dificuldade em não dizer que é quase death metal principalmente por causa da abordagem vocal) que se mostra acutilante em termos técnicos e até de certa forma refrescante. Para quem gosta de thrash moderno, esta é uma banda a conhecer.

Nota 8/10
Review por Fernando Ferreira


The Rite – “The Brocken Fires”

2018 / 2019 Iron Bonehead Productions

Reedição da estreia do projecto The Rite que junta membros  e ex-membros de bandas como Denial Of God, Black Oath, Morbus Grave e Necro, apenas para mencionar alguns. Temos um black metal bruto e avantajado que não se envergonha de tirar o pé do aceleradora de vez em quando, entrando pelos domínios do doom. Produção encorpada e um poder dinâmico que até surpreende em parte. Interessante ver a luta entre estas duas facções pelo poder, ambas com argumentos fortes. Um EP que nos deixa curiosos em relação ao futuro.

Nota 7/10
Review por Fernando Ferreira


The Price – “A Second Chance To Rise”

2018 – Edição de Autor

The Price é o mesmo que dizer, apesar de não parecer, que é um trabalho a solo de Marco Barusso que reuniu à sua volta uma série de bons músicos para o ajudar a solidificar um álbum forte de hard rock alternativo, onde os tradicionais refrães e os riffs são o centro das atenções. “Enemy” é um exemplo de tema que consegue cativar-nos ao ponto de ficar registado. Se as rádios passassem rock, este seria um projecto que tinha tudo para rodar com frequência.

Nota 8/10
Review por Fernando Ferreira


Overthrow – “Within Suffering”

1990 / 2019 – Vic Records

Mais um regresso ao passado patrocinado pela Vic Records que nos traz o álbum de estreia dos Overtrow. Estreia e último já que a banda canadiana viria a cessar funções pouco tempo depois. Passados quase trinta anos, soa tão acutilante como na altura embora acredite que talvez tenha passado um pouco ao lado das atenções generalizadas. É neste ponto que a Vic Records triunfa, quando vai buscar verdadeiras pérolas esquecidas e apresenta-as, invariavelmente, com bónus que neste caso se manifestam na forma dos temas da demo “Bodily Domination”, cuja produção é ligeiramente pior mas ainda assim, muito boa. Ainda traz uma série de temas ao vivo mas quanto a esses não me posso pronunciar já que os mesmos não foram incluídos na nossa cópia promocional. Apetecível e obrigatório!

Nota 9/10
Review por Fernando Ferreira


Brant Bjork – “Jalamanta”

1999 / 2019 – Heavy Psych Sounds

A moda das remisturas e remasterizações podem ser só uma artimanha para arrebanhar mais guito ao pessoal, mas nalguns caso vale mesmo a pena, como é o caso desta reedição do álbum “Jalamanta”, a estreia a solo do senhor Brant Bjork. Continua a ser cru e continua a ter aquele feeling único do desert rock do final da década de noventa e continua a manter-se como um dos grandes trabalhos do género. Não é difícil perceber o porquê de ter sido uma obra que lança a carreira a solo do músico no underground. Todos estes anos depois, mantém o relevo e interesse principalmente pela sua simplicidade desarmante.

Nota 8/10
Review por Fernando Ferreira


Support World Of Metal
Become a Patron!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.