The Hypothesis – “Origin” Review

1. Shades to Escape
2. Leak
3. End of Your Days
4. Scarface
5. Exit
6. Atonement
7. Eye for an Eye
8. Weak Story
9. Second Chance
Duração 38:10

É de coragem iniciar a carreira num género tão sobrepovoado como o death metal melódico. Sobrepovoado e caído em desgraça pela proximidade do metalcore. No entanto, tanto pode ser coragem como paixão à causa. No caso dos The Hypothesis, até que a paixão é recompensada por um trabalho acima da média. “Origin” pode muito bem não fugir dos lugares-comuns (aliás, manda-se para eles de cabeça e peito feito) mas isso não faz com que esta estreia seja um álbum fraco. Pelo contrário, é mesmo o facto de termos uma proposta de death metal melódico como mandam as regras, sem desvios.
Quando se fala em death metal melódico finlandês com teclados, é impossível não nos lembrarmos dos Children Of Bodom, mesmo que estes tenham uma forte bases power metal. The Hypothesis usam teclados no entanto não podemos considerar que a banda tenha como principal influência os seus conterrâneos – quando os próprios Children Of Bodom descaracterizaram com o passar dos anos o seu próprio som, tal torna-se mais fácil. Se a originalidade não é o ponto de atracção só restam as músicas em si, que na nossa opinião é mesmo o ponto forte.
Juntando a melodia e os arranjos dos teclados à força das guitarras, temos como resultado músicas como “End Of Your Days”, “Scarface” e “Atonement” que são garantias de boa diversão metaleira. No geral, “Origin” soa-nos a algo que poderíamos ter ouvido dezasseis anos atrás, o que para alguns ouvintes poderá ser problema – principalmente quando este tipo de som fez parte de evolução, tendo sido um ponto de passagem e não propriamente paragem. Na nossa opinião, ouvimos tão bem este trabalho hoje como teríamos ouvido dezasseis anos atrás. A boa música ouve-se bem em qualquer altura.
Nota 8/10

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.