WOM Profiles – Tommy Talamanca (Sadist)

Sadist. Nome histórico do underground extremo italiano e europeu e um dos pioneiros naquilo que depois se popularizou como death metal técnico e/ou progressivo. E como reparámos com os Vital Remains e Tony Lazaro, existe sempre uma força constante por trás de qualquer grande banda. no caso dos Sadist é precisamente Tommy Talamanca. Um músico completo, multi-instrumentista mas também compositor, engenheiro de som e produtor. Tudo começou quando começou a estudar música clássica quando tinha dez anos e inevitavelmente o gostinho pelo som sagrado intensificou-se quando aos quinze passou para a guitarra eléctrica. Passou por diversas bandas rock locais mas o seu caminho nos Sadist começou com 18 anos em 1991, tendo feito parte da formação primordial que lançou a míticas demo “Black Screams”.

Foi notável a evolução da banda assim como a evolução do próprio músico que ao longo dos álbuns “Above The Light”, “Tribe”, “Crust” e “Lego” se tornou palpável. No entanto o interesse no género foi decaindo, conforme também o metal em geral voltou ao underground. A banda acabaria mesmo por cessar funções em 2001 mas de longe isso significaria o fim da ligação de Talamanca à música. Em 1996, ele já tinha criado o seu próprio estúdio, Nadir, onde fez todas as pré-produções dos Sadist daí para a frente e onde também gravou demos de bandas locais. Também começou a trabalhar como produtor com bandas como Art Of Darkness (no EP “Mind Suicide” e no álbum “System Phoeto”), Cripple Bastards (no álbum “Desperately Insensitive” e em outros splits e EPs), entre dezenas de outras bandas e lançamentos.

Os seus dias como músico também não estariam acabados, participando em inúmeros dos trabalhos que produziu (como os dois citados exemplos atrás) assim como noutros igualmente ilustres, onde destacamos a guitarra lead no tema “Euclidean Elements” do “Omnivium” dos Obscura. Os Sadist viriam também voltar ao activo, numa altura em que o género do death metal progressivo estava cada mais a ser procurado por toda uma geração de fãs.  Além dos Sadist, Talamanca também espalhou/espalha o seu talento em bandas como Athlantis, Nufutic, Morgana, The Ffamili, Metal Gang ou até mesmo a solo, com o seu álbum homónimo de 2013.

Não obstante toda esta actividade, não deixa também de tocar ao vivo com os Dirty Balls, Infection Code e Nerve, como também serve de engenheiro de som igualmente para os Infection Code, Nerve, assim como para os Trio Bobo, Drummeria, Ritual Of Rebirth, Dark Lunacy e Kirlian Camera. Se há alguém que vive a música a 100%, Tommy Salamanca é sem dúvida essa pessoa.

Abaixo poderão comprovar todo o seu talento graças a uma playlist extensa sobre o seu trabalho.

 

Os Sadist são uma das grandes atracções para o Morbid Fest, que  conta já com 20 datas por toda a Europa e terá data única em Portugal.

PREÇOS
Pré-Venda: 25€
No dia: 30€

Bilhetes disponíveis em bol.pt e locais habituais.


Support World Of Metal
Become a Patron!

New WOM Android APP – Read All Our Issues for free!
World Of Metal Magazine – Out Now
Download It Here!

One thought on “WOM Profiles – Tommy Talamanca (Sadist)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: