WOM Report – Faro Alternativo @ Associação Recreativa e Cultural de Músicos, Faro – 04/05 e 06.10.18

A oitava edição do Faro Alternativo esteve em grande, com muita música, mostra fotográfica e artística, estúdio de tatuagem e muitas tendas com os mais variados artigos desde a roupa à comida, passando por vários DJ’s que animavam o recinto exterior do fest.

Este ano tivemos, Punk, Metal, Reggae, Hardcore, Nu-Metal, Rock e até Grindcore, não havendo dias temáticos e com os vários estilos a partilhar o palco durante os três dias, e isto prova que a música nos une a todos e não há rivalidades entre as mais variadas tribos, sendo um exemplo para a malta jovem que durante os três dias passou pelo festival.

No primeiro dia estiveram em palco Cloudleaf, M.E.D.O., Thrash Wall, G.I.G.G.Y (Groove Is Gonna Get You) e os Badweather. Destaques para os Cloudleaf que deram um concerto fantástico sendo que foi o último concerto com o actual baterista e para os Thrash Wall, estes alentejanos partem tudo com o seu Thrash Metal.

O segundo dia de festival, contou com as actuações de Urubu, Pull The Trigger, Reality Slap, Anarchicks, Corpus Christii, Ho-Chi-Minh e Trinta E Um. Neste segundo dia destaco as actuações das Anarchicks e dos Corpus Christii, que foram as bandas que mais pessoal puseram a mexer no recinto da ACRM.

Destaco também aqui o facto da organização ter arriscado pôr uma banda de Black Metal no meio de actuações de bandas punk e hardcore, pois o público hardcore não é o melhor fã de Black Metal, sendo que acho que com uma outra banda de Metal neste dia, teriam cativado mais presença de público.

No terceiro e último dia do fest, o palco esteve ocupado por Contra Corrente, Desalmado do Brasil, Revolution Within, Prayers Of Sanity, Besta, Blowfuse da Espanha e The Parkinsons a fechar a noite e o festival.

Neste último dia destaco as prestações dos brasileiros Desalmado , de Prayers Of Sanity e de Besta, sendo que a surpresa da noite, foi o Death/Grind dos brasileiros Desalmado que cativaram o público com o seu som e carisma. Os thrashers algarvios Prayers Of Sanity foram outra das bandas que meteram o pessoal a mexer, mas aqui não há surpresa, pois é o mínimo que se espera destes moços marafados.

Quanto à outra banda que destaco, os Besta, não só foram a banda da noite como na minha modesta opinião, foram a banda do festival. O Paulo Rui é um “frontman” por excelência e consegue dar uma teatralidade única ao Grindcore dos Besta cativando o público de uma maneira que até mesmo quem não é fã desta sonoridade no final só tecia boas criticas à actuação.

Enfim, foram três dias de grande festa e convívio e muito boa música. A organização está de parabéns pela realização de um festival deste tipo aqui em terras algarvias e pelo apoio a todas as bandas e artistas, e como diz o nosso amigo Rafael: PORQUE NADA SE CONSTRÓI SOZINHO.

Texto e Fotos por Roberto Raposo
Agradecimentos Faro Alternativo


 

[quadsvi id=1]

Support World Of Metal
Become a Patron!

New WOM Android APP – Read All Our Issues for free!
World Of Metal Magazine – Out Now
Download It Here!

3 thoughts on “WOM Report – Faro Alternativo @ Associação Recreativa e Cultural de Músicos, Faro – 04/05 e 06.10.18

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: