fbpx

WOM Reviews – Electric Guitars / Timechild / Marene / L.A. Guns / Hardline / The Mercy Kills / Wayward Sons / The Order

WOM Reviews - Electric Guitars / Timechild / Marene / L.A. Guns / Hardline / The Mercy Kills / Wayward Sons / The Order

Electric Guitars – “Freewheeler”

2021 – Mighty Music

Este é o quarto álbum dos Electric Guitars, banda de culto em território dinamarquês. Numa ideia de Soren Andersen, da Glenn Hughes Band, e Mika Vandborg, que trabalhou com muitos grandes artistas, incluindo Justin Hawkins, dos The Darkness, esta talentosa dupla é conhecida por serem músicos de sessão muito requisitados.

“Freewheeler” é um disco com grandes riffs de guitarra, muita energia onde se sente todo o talento da dupla a cada segundo de audição. A pandemia deu ao projeto Electric Guitars a oportunidade de se concentrar novamente na composição. Três singles foram lançados, “Dopamine” com uma energia que é um pouco como D-A-D, selvagem com uns ares punk, mas muito rockeira, “Hot Blooded Woman” que canaliza a sonoridade Cheap Trick e “Nervous Breakdown”, uma música que aborda tematicamente estes tempos diferentes que todos passamos e é como uma versão mais pesada dos Zander & Co. Foi uma surpresa muito agradável e lá vamos descobrindo estas preciosidades no nosso email.

10/10
Miguel Correia

Timechild – “And Yet It Moves”

2021 – Mighty Music

A nova banda dinamarquesa de heavy rock/metal Timechild, apresenta-nos uma proposta musical dinâmica e sólida dentro do estilo. Vai sendo hábito receber bandas daquele ponto da velha Europa com esta sonoridade e vai sendo difícil, pelo menos para mim, escolher a melhor, pois todas elas oferecem sempre muita qualidade, capacidade de aqui ou ali nos surpreender traduzindo-se sempre em audições acima da média.

Formado em 2020 por quatro músicos dinamarqueses experientes: Anders Folden Brink nos vocais principais, guitarra ritmo e solo, Birk, guitarra ritmo e voz de suporte, Martin Haumann na bateria e Daniel Bach no baixo e voz de suporte, juntos, deram vida a nove faixas de sonoridade muito roqueira, pesadas q.b. e na onda de que…é isto que queremos fazer! Está feito e bem!

10/10
Miguel Correia

Marene – “After Life”

2021 – Edição de Autor

Este EP dos sul-africanos Marene é uma refrescante proposta rock desde o início. Rock com feeling, melodia e muita raça. Soa refrescante por apresentar uma cara própria e sem andar propriamente agarrada a esta ou a aquela onda ou banda. Tem um saudável feeling punk rock melódico e também daquele rock mais festivo da década de oitenta, recorrendo a bons riffs, bons ganchos que fazem com estas canções entrem logo e demorem a sair – para variar neste tipo de coisa, também não enjoam passado três audições. Excelente surpresa.

9/10
Fernando Ferreira

L.A. Guns – “Cocked And Loaded Live”

2021 – Frontiers Music

Gravado a 28 de novembro de 2020, em plena pandemia “Cocked and Loaded Live” celebra os 31 anos de “Cocked and Loaded”, o segundo álbum da banda. O registo áudio foi capturado no segundo “live stream” da banda, com um público bastante reduzido, mas nem por isso deixa de mostrar a eloquência dos L.A. Guns ao vivo. Ouvi-lo é fazer uma viagem no tempo, aos anos áureos do glam, sleaze rock, que marcaram a adolescência de tantos, que como eu, estamos habituados a álbuns ao vivo cheios de “gente”, onde se ouve aquela atmosfera do público – este é talvez o senão deste álbum, pois as condições permitidas para gravação de um “ao vivo” na época de pandemia não permitiram o ambiente adequado.

8/10
Rosa Soares

Hardline – “Heart, Mind And Soul”

2021 – Fronties Music

Não se pode dizer que “Heart, Mind and Soul” nos tenha trazido algo de novo. Não trouxe, mas trouxe uns Hardline como eles sempre são: os reis do hard-rock melódico. Tal como o nome indica, este sétimo álbum da banda é composto de temas dirigidos ao coração, à mente e à alma, cheios de sentimento e melodias que misturam hard-rock e AOR nas medidas certas para que o resultado seja mais um bom álbum de Hardline.

8/10 
Rosa Soares

The Mercy Kills – “New Rule”

2021 – Golden Robot

Mais um EP dos The Mercy Kills que nos traz aquela dose de rock rebelde que os australianos são especialistas. Moderno mas sem por isso soar a plástico ou algo pré-formatado. Não chega a vinte minutos mas é tempo bem passado e aproveitado por parte de uma banda que é o melhor que o underground rock australiano tem para mostrar. Não há como falhar.

7.5/10
Fernando Ferreira

Wayward Sons – “Even Up The Score”

2021 – Frontiers Music

Apesar de na sua génese o som do duo Aspidium seja bastante directo, consegue-se apanhar uns pormenores melódicos bem interessantes. Algo que não seria expectável numa proposta de black/death metal. Esse até é um pormenor que vamos interiorizando bem, já que faz bem no que à dinâmica diz respeito. A questão é que conforme o álbum vai avançando, essa dinâmica vai-se tornando progressivamente menos eficaz e instala-se uma certa tendência para o marasmo onde a repetição não é definitivamente benéfica.

6/10
Fernando Ferreira

The Order – “Out Of Order”

2021 – Massacre

 O título irónico deste EP dos The Order pode ser também exemplificativo desta “silly season” que durou anormalmente mais de um ano e meio (e que ainda está longe de ser considerada como terminada). Porquê? É um disco acústico que vem na linha de lançamentos que muitas bandas têm vindo a apresentar, da necessidade de apresentar algo novo e marcar passo enquanto as coisas não voltam à normalidade. Não posso dizer com toda a certeza de que foi o que se passou com os The Order mas é algo que faz sentido no contexto que estamos a viver. Cinco temas, cinco versões acústicas que vão agradar aos fãs da banda e provavelmente passar ao lado de todos os outros. Qualidade o suficiente para nos entreter e já é bom.

6.5/10
Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.