WOM Reviews – Kataan / Scaffold / Dysmorphic Demiurge / Silent Obsession / Ennorath / Zora / Sewer Trench / Global Horror / State Terror / Desolation

WOM Reviews - Kataan / Scaffold / Dysmorphic Demiurge / Silent Obsession / Ennorath / Zora / Sewer Trench / Global Horror / State Terror / Desolation

Kataan – “Abyss”

2021 – Prosthetic

A fome que dá em fartura. Se antes nos queixávamos de ter acesso limitado à música, hoje temos música a mais para a nossa disponibilidade. É ingrato principalmente quando vemos surgir novas bandas com um potencial enorme como é caso dos norte-americanos Kataan que iniciam o seu percurso discográfico com este EP “Abyss”. Um EP que tanto mostra uma sonoridade surpreendentemente definida para um primeiro lançamento como também (mais ou menos) indefinida em termos de género andando pelo pós-metal e death metal progressivo. Refrescante e surpreendente, boa aposta da Prosthetic.

9/10
Fernando Ferreira

Scaffold – “Codex Gigas”

2021 – Satanath

Finalmente o segundo álbum de originais dos sérvios Scaffold. Finalmente porque o primeiro data já de 1994, ano em que também cessaram funções, e porque o regresso deu-se em 2008. Depois de alguns lançamentos ao vivo e Eps, a banda voltou com o segundo álbum que é totalmente death metal old school. E mais que isso, é também Death old school. Ali pela fase entre o “Leprosy” e o “Spiritual Healing”, com a sua própria personalidade pelo meio. Não é mau, pelo menos para mim não e a verdade é que “Codex Gigas” soa mesmo muito bem, para quem gosta do death metal mais primitivo mas com muitos pormenores técnicos à flor da pele. Fantástico!

9/10
Fernando Ferreira

Dysmorphic Demiurge – “Derealization”

2021 – Vomit Your Shirt

Segundo álbum para os norte-americanos Dysmorphic Demiurge que regressam com um álbum mais intenso que vai deixar-vos no limite. Para os parâmetros habituais do brutal death metal, a coisa desenrola-se em pouco mais de meia hora (ou pouco menos) e com (mais ou menos) oito temas que rondam os dois e três minutos. Ora os Dysmorphic Demiurge fizeram precisamente o contrário – aliás, já o tinham feito na estreia editada há menos de um ano, “As You Hunger For Pardon”. Pegaram em onze temas, cheios de pormenores técnicos e deram-lhes material que os levam, em média até aos cinco/seis minutos, resultando num total superior a uma hora. E poderão achar que é demasiado para o estilo. Normalmente até concordaria, não fosse a qualidade dos temas em questão. Não sendo absorvível por quem não tiver amor ao estilo, a forma como conseguem torná-los interessantes e cativantes tem de ser destacada, assim como este álbum terá de ser um destaque do estilo neste ano de 2021.

8.5/10
Fernando Ferreira

Silent Obsession – “Apocalypse Manifestation”

2021 – Edição de Autor

Segundo EP dos argelinos Silent Obsession. Depois da boa impressão com “Lost” a banda regressa com mais dois temas que evidenciam um misto entre o death metal mais groove e o tradicional. A produção é competente e deixa-nos com a mesma boa impressão embora agora saiba a pouco. Destaque para “Exhausted Resourse”, sem dúvida o melhor tema dos dois apresentados aqui.

7.5/10
Fernando Ferreira

Ennorath – “The Virtuous Villainy”

2021 – Szataniec

Death metal e industrial. Desde o “Soul Of A New Machine” e “Demanufacture” que as probabilidades de sermos surpreendidos com esta mistura decaíram. E se fomos surpreendidos, não foi de uma forma positiva. No entanto à sempre espaço para que isso aconteça. Segundo álbum dos polacos Ennorath – surge após seis anos de silêncio – e faz uma boa junção dos dois géneros. Em relação ao primeiro álbum nota-se uma evolução e os pormenores electrónicos também surgem associados a uma tonalidade mais moderna, uma que encontramos tanto na forma como usam os arranjos electrónicos como também na parte do death metal enconstam-se ligeiramente ao metalcore. Apesar disto, esta evolução é positiva e sente-se que o passo arrojado é natural após cinco anos. Será contudo no seguinte álbum de estúdio onde poderemos ter a melhor resposta em relação à sua identidade definitiva. Até agora, o resultado é promissor.

7/10
Fernando Ferreira

Zora – “Soul Raptor”

2021 – Old Metal Rites

Zora não será o nome mais conhecido do death metal mais bruto vindo de itália e apesar de uma produção mais peculiar – algo que precisa do seu tempo mas que depois de alguma habituação, nem surge em cima da mesa – regressa com o seu terceiro álbum que mostra que o ser vistoso não é tão importante como o ter o trabalho de fundo feito. É graças a esse trabalho de fundo que “Soul Raptor” nos vai conquistando. Um álbum sólido, tradicional, sem grandes brilharetes mas com uma regularidade que  acaba por tornar apetecível voltar a ele. E a querermos conhecer mais sobre a sua carreira, que vai para além do que apenas três álbuns editados.

6.5/10 
Fernando Ferreira

Sewer Trench / Global Horror / State Terror – “Global Terror Sewer”

2021 – Fatalism Extreme Music

3-way split entre três bandas de nacionalidades diferentes: Sewer Trench do Reino Unido, Global Horror de França e os State Terror de espanha. Os Sewer Trench trazem uma mistura de grind/crust movido a death metal, em apenas dois temas, enquantos os Global Horror, trazem quatro micro descargas, mais directos e crus tal como os State Terror. No final, não chega a vinte minutos e não é uma amostra representativa para aquilo que as bandas são – chamemos-lhe um cheirinho, vá. Fãs do underground e do grind, podem conferir à vontade.

6/10
Fernando Ferreira

Desolation – “Empire Of The Damned”

2021 – Sleaszy Rider

Não se trata de um novo trabalho dos míticos gregos Desolation mas sim a reedição das três faixas editadas no split de 1991 “Weird Tales Of Madness”, que foi na prática o seu primeiro lançamento ao lado de bandas como Phlegethon, Funebre, Necrophile, Atrocious e Tormentor. Não me parece quen tenham havido “aditivos” à gravação original, que é algo precária. Tendo em conta a data em que foi lançado, não é de admirar. Serve como curiosidade histórica para os fãs da banda e pouco mais.

5/10
Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.