WOM Reviews – Viletale – “From The Dephts ov Mind”

[amazon_link asins=’B075X27H73,B075X2QW61,B075X27Q4N,B075X1Y6ZH,B075X1V29R,B075X1R4T2,B075X1N2X1,B075WY3J6M’ template=’ProductGrid’ store=’woofme-21′ marketplace=’ES’ link_id=’1c8a71c0-b099-11e8-bf0c-514823119f42′]

2017 Edição de Autor

Os brasileiros Viletale chegam ao seu segundo registoo no formato de EP e mostram uma sonoridade bem interessante. O quarteto formado por Alan Ricardo (guitarra), Bruno Jankauskas (guitarra/voz), Matheus Lunge (bateria) e Filipe Oliveira (baixo), aposta numa mistura bem equilibrada entre o Black e o Death Metal. O resultado é uma sonoridade extrema e agressiva, mas que possui certa dose de melodia e também alterna nos ritmos, apostando em algo que não soa tão cadenciado e nem muito veloz. O peso das guitarras ganha ênfase com um baixo diferenciado e potente, enquanto a bateria faz sua lição e dita o ritmo. Tudo tendo os vocais de Bruno à frente e se mostrando versáteis entre o rasgado e o gutural.

A temática abordada é baseada no demônio Chtulu de H.P. Lovecraft e as músicas se encaixam bem à proposta devido ao clima obscuro e até sarcástico em alguns momentos. Destaque para faixas como Shattered Existance e Chant of the Mountain, esta última talvez a melhor do disco e que mostra numa só pegada tudo o que a banda propõe devido à sua versatilidade. O adendo fica por conta da produção, que não é má(longe disso!), mas pode ser mais bem lapidada e se encaixar ainda melhor na proposta da banda. Aliás, a produção ficou ainda mais ofuscada com a introdução um pouco grande (quase dois minutos), alta e que não condiz muito com a sonoridade. Um EP de qualidade de uma banda que tem muito potencial no que propõe.

Nota 7.5/10 

Review por Vitor Franceschini

https://www.facebook.com/viletale/


 

[quadsvi id=1]

Support World Of Metal
Become a Patron!

New WOM Android APP – Read All Our Issues for free!
World Of Metal Magazine – Out Now
Download It Here!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: