Cry Of Dawn Feat. Goran Edman – “Cry Of Dawn” Review

1.  Chance
2.  Listen To Me
3.  When Right Is Wrong
4.  Tell It To My Heart
5.  Light A Light
6.  Can’t Go On
7.  Building Towers
8.  Hands Around My Heart
9.  Life After Love
10. Yearn
11. Tell Me
Duração 47:19
Para quem possa já estar aflito a perguntar quem raio é Goran Edman, só temos a pedir calma. O vocalista sueco provavelmente não escapará ao conhecimento dos fãs mais acérrimos de Yngwie Malmsteen – aqueles que têm uma memória prodigiosa de decorar todos os inúmeros vocalista que já passaram pelas “mãos” do guitarrista. Bem, não só a esse momento se resume a carreira e talento do vocalista, mas a verdade é que essa foi a prestação que mais deu nas vistas. Como bons aproveitadores de talento, a Frontiers organizou mais uma banda/projecto de AOR de excelente qualidade.
Contando com nomes pesados como Michael Palace (nas guitarras e baixo), Sören Kronqvist (nas teclas) e Daniel Flores (na bateria e também nas teclas), temos aqui talento suficiente reunido para que tenhamos um álbum de qualidade. E assim é. “Chance”, “Tell It To My Heart” e “Building Towers” são temas que poderiam ter sido escritos na década de oitenta que não soariam deslocados – aquele feeling habitual da Frontiers que aprendemos a gostar – mas que nos soa bem hoje em dia, sem serem propriamente bafientos. As músicas funcionam de forma a que o foco esteja na voz de Goran que realmente tem um timbre perfeito para o AOR.
Destacamos o segundo tema, “Listen To Me”, um dos nosso favoritos e que até dá repentes de Rob Halford no refrão, fazendo lembrar os temas lançados precisamente na década de oitenta. É mais uma excelente estreia da Frontiers, sólida e que apenas tem um requisito: tem que se gostar do estilo. Até mesmo os apreciadores de heavy metal tradicional poderão detestar “Cry Of Dawn” por considerar que existe por aqui azeite a mais, mas o azeite é algo que faz bem ao coração e até mesmo ao cabelo, pelo que “Cry Of Dawn” até poderá trazer benefícios para a saúde.
Nota 7/10

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.