WOM Electric Eye – Hills Have Eyes – “Trve As Fvck”

Como já anteriormente referido a World of Metal, através desta rubrica Electric Eye, irá efectuar análises a vídeos publicados por bandas, como forma de prestar apoio à divulgação e promoção dos mesmos. Tanto nacionais como internacionais. Não só nos debruçaremos em recentes lançamentos, como faremos umas visitas ao passado e iremos repescar alguns vídeos que, apesar de já terem algum tempo, continuam muito actuais.
Comecemos por algo mais recente. Os Hills Have Eyes, um daqueles bandões que temos em Portugal com projecção internacional, lançou recentemente o seu novo single “Trve as Fvck”, acompanhada do respectivo vídeo. Então o que podemos analisar? Verificamos que eles decidiram dar-nos um miminho e, para uma música com uma batida tão poderosa, nada como um vídeo absolutamente psicadélico. Tendo estado recentemente no Japão em digressão, aproveitaram essa ida e filmaram a sua estadia e visita a Tóquio.  Ah e se aproveitaram… as filmagens são da banda a percorrer as ruas, a visitar locais e estabelecimentos, momentos de convívio e brincadeiras entre grandes amigos e ainda a suas interacções com os locais. Uma mistura louca de vídeo, mesmo à japonesa. As imagens sucedem-se a um ritmo veloz. O momento mais delicioso deste vídeo é ali entre os 2.10 e os 2.39, em que vos garanto que aquela frase é memorável e acredito que se tornará a mais trauteada pelos fãs: “A tiger never looses sleep over the opinion of a sheep”. De mestre, sendo um excelente momento de calmaria no meio de um tema tão frenético, em que, a partir do minuto 2.40 literalmente a “casa” vem abaixo. O único problema que encontro neste vídeo, é que vemos os carismáticos membros da banda quase de forma fugaz. Queremos mais rapazes! O vosso charme é inegável e deveriam nos brindar com mais imagens de vocês. Não posso deixar de referir pormenores mais técnicos, dando crédito a Manuel Casanova como o responsável pela Direcção Criativa e Edição de Imagem, que se diga de passagem, “altamente”. A filmagem foi feita pelos Hills Have Eyes e Ayo Kajino.
Agora um olhar pelo tema em si. Citando as palavras de um amigo, do qual prezo muito a opinião e, numa troca de palavras sobre esta malha e, visto que conhece melhor esta sonoridade que eu: “Uma coisa é uma coisa. Outra coisa é outra coisa. Grande Power”. Não diria melhor. Poderosa. Potente. Possante. Não lhe faltam adjectivos para a explosão sonora que é. Fábio Batista, com a sua voz enérgica e com um “screamo” penetrante, empresta aqui aquela raiva e desprezo que se dá a todos aqueles que nos querem estragar a vida. Uma prestação genuína para a lírica da canção. A parte em que todos cantam em coro continua a ser o melhor que os Hills Have Eyes têm. Pelo menos para mim. É ali que se vê o espírito de união e família que esta malta tem uns pelos outros. E que dizer da sonoridade em si? Instrumentalmente desafiante, aquela bateria de abanar paredes, aquele baixo grave que nos envolve num ritmo frenético, “riffs” de guitarra de bradar aos céus e aquele “breakdown” de partir a louça toda. Tenho que referir também aqui aquele solo delicioso de guitarra, executado pelo mais que virtuoso Miguel Borrego, ali dos 1.54 aos 2.10. Ah, aqueles dedos são rápidos. A produção esteve a cargo do mais que excelente Vasco Ramos. A mixagem e masterização foi efectuada por um mestre da sonoridade “core”, Henrik Udd e a gravação e edição por Tiago Canadas nos Poison Apple Studios. Certamente do melhor do hardcore que se produz em Portugal e com finalização de luxo. Sonoramente deslumbrante. Os nossos agradecimentos a todos os intervenientes e recomendamos em absoluto a visualização do vídeo, sendo também uma forma de ajudarem as bandas, visualizando e partilhando os lindos trabalhos com que nos brindam.


Support World Of Metal
Become a Patron!

New WOM Android APP – Read All Our Issues for free!
World Of Metal Magazine – Out Now
Download It Here!

0

One thought on “WOM Electric Eye – Hills Have Eyes – “Trve As Fvck”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.