WOM Perfil – Nelson Jr.

Nelson Jr – A sabedoria de uma lenda da guitarra!

por Carlos Lichman

                Nascido 5 novembro de 1971 em uma era muito prolifera da música. Em memórias de sua infância, o músico se lembra de sua mãe com uma vitrola e de ouvir discos de grandes artistas brasileiros em suas melhores fases. Uma época com muita arte, mais focada no desenho e de colecionar revistas em quadrinhos os famosos Comics.Tudo isso desde seu nascimento assim como nos anos 80’s e 90’s. Naturalmente, entre as décadas de 70’s e 80’s, Nelson já adquiria seus discos de rock’n’roll como Kiss, Iron Maiden e muitas outras mas foi com a  vinda do Kiss para o Brasil que sua paixão pelo estilo ficou mais evidente. Junto a tudo isso, o artista permanecia a ouvir toda a produção musical da época assim como seus cursos de desenho. Outra diferença daquela época pode ser vista também na qualidade da música Pop. As estações de rádio tocavam Peter Gabriel entre outros ícones do rock progressivo, coisa que não se ouve mais nos dias de hoje.

Nelson também relembra alguns lançamentos de impacto como “1984” do Van Halen, “Killers “do Iron Maiden e como tiveram uma grande influência durante o período de infância, acentuando mais o seu interesse por música. Através de um amigo chamado Fernando Hipólide, foi ver uma banda tocar ao vivo músicas de seu gosto e pela primeira vez sentiu o prazer de estar entre pessoas que compartilhavam da mesma paixão pelo rock. Em seu aniversário de 13 anos, ganhou sua primeira guitarra. Nelson Jr tem a lembrança de ir com seu pai encomendar o instrumento. Contudo, ainda naquele momento, não havia muita informação disponível para ser um autodidata. Com o passar do tempo, compras de discos e através de amigos em comum, conheceu o disco do Malmsteen. Um verdadeiro impacto na realidade do músico naquela idade e junto as aulas que já começou a ter com o mito da guitarra brasileira Edu Ardanuy, Nelson Jr seguiu para o caminho da virtuosidade musical.

                Após alguns projetos, adquiriu muito conhecimento do meio musical através de suas atividades como roadie e sua banda Neri, que tinha uma proposta séria e um conceito diferente, apresentava canções de autoria própria.Muito cedo, já lecionava aulas de guitarra para pagar os gastos que tinha, como comprar equipamento e pagar seus estudos. Criou um nome como músico profissional muito rápido pois não era difícil lotar as casa de show, sendo que afirma: “Naquela época as redes sociais eram de verdade. As pessoas não ficavam trancadas em casa.” Com os destaques de seus trabalhos entre eles o Stone Hawks no final dos anos 80’s onde tinham composições em inglês, suas 5 vídeo-aulas lançadas, colunas e artigos para grandes revistas de guitarra do Brasil, gravação de jingles, muita experiência em gravações no estúdio Nelsons Jr já tinha se tornado uma referencia para toda uma geração de guitarristas que tinham o desejo de se tornarem profissionais. O músico branda: “Hoje as pessoas querem ser patrocinadas por alguém antes de construir um nome”.

                Já pelo ano de 1992, conheceu a importadora responsável pelo os produtos da Zoom, famosa marca de pedais multiefeitos para guitarra e contrabaixo, a qual começou a trabalhar como artista e especialista de produtos esclarecendo perguntas de usuários sobre o produto. Com o passar doas anos, o músico relata que o mercado musical mudou e a internet trouxe pontos positivos e negativos, entre eles a não valorização da música como ela deve ser. Em 2000, o compositor lançou seu primeiro disco solo que trouxe muita inovação entre elas a mistura de rock e música eletrônica que até aquele momento poucas pessoas entendiam a proposta.

Com muitos discos que produziu, reconhece que existe uma máfia que controla o mainstream que para se fazer parte deve se submeter a algumas coisas, estas que dentro de sua moralidade e ética, o músico acaba  não se submetendo. As maiores lições que teve na sua vida foi quando vestiu a camisa de trabalhos que estava produzindo ou tocando, pois desta forma aprendeu que tudo deve ser feito com amor e humildade. Compartilhou o palco com pessoas que lhe influenciaram muito e ensinou pessoas que seguiram o mundo da música profissional ou simplesmente influenciou o caminho de outros de forma positiva. Muitas pessoas são fãs pelas bandas ao qual ele passou, pelas matérias que escreveu, pelas maneiras que atuou no mercado profissional de forma direta ou indireta na parte de produção ou de como cuidar de sua carreira.

                Nelson Jr nunca deixou de ser profissional em tudo que fez, de ser roqueiro nas coisas que fez, afirma que consegue compor em qualquer estilo mas o amor pelo rock, pela guitarra com distorção ainda significa e diz muito para ele. Sente satisfação por tudo que fez, triste por não ter feito tudo que desejou fazer mas feliz por tudo que fez e lhe trouxe até onde está hoje. Com toda certeza um músico que veio de uma época em que o respeito pelo trabalho era fundamental e que critica o atual momento onde as pessoas buscam “likes” e vivem uma vida virtual a qual não faz nada na realidade em termos de obra.


 

Support World Of Metal
Become a Patron!

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.