WOM Raios e Trovões – Somos Mais Que Isto

Somos Mais Que Isto

Por Lex Thunder (Toxikull)

Vivemos em tempos extremos, em que a polarização de opinião tende a transformar-nos em números binários, ou és 0 ou és 1, ou és Sim ou és Não, és a favor ou és contra, és um monstro ou és um santo.  Isto tem provocado um grande desgaste, intolerância e corrosão entre amigos, conhecidos, e também ao nosso meio.

A realidade humana é um pouco mais complexa que isso.

Em termos humanos e reais, do 0 ao 1 existe um intervalo enorme de variáveis e possibilidades e a história tem-nos ensinado que a ignorância deste equilíbrio e moderação trará consequências perigosas a qualquer sistema presente em ambientes destes.

Confesso em modo de desabafo que isto tem afetado a minha sanidade mental e até criativa. É muito fácil perder o foco pessoal em tempos destes.

Sinto-me constantemente atraído por uma gravidade negra em que qualquer tipo de ideia, opinião ou acção que não se encaixe num dos extremos deve ser aniquilada e enterrada antes de nascer. Sinto-me confuso por não me encaixar diretamente em qualquer sistema, e por compreender um pouco de todos.

E sinto-me desmotivado pois esta agitação social extremista descaracteriza qualquer ser humano transformando suas palavras e posições em pessoas. Somos mais que isso, sabem?

É extremamente importante lutarmos por uma sociedade mais justa e igualitária, por um mundo sem racismo, sem pobreza e sem fossos entre classes sociais, sem duvida. Como seres conscientes é o nosso dever.

Mas não nos esqueçamos que todos nós temos um papel neste ecossistema, e que por vezes a mudança do mundo surge de uma escolha, de um caminho e de uma acção em relação a nós próprios.

No meio de tanto ruido é importante que continuemos a ser música. Melodias sobre o silencio, notas sobre nada.

Apesar do nosso dever ético para com a sociedade é essencial que não nos percamos entre escombros, e balas perdidas de atiradores compulsivos.

É essencial sermos nós mesmos,  mantermo-nos firmes em relação ao nosso caminho, íntegros em relação ao que acreditamos e comprometidos com os nossos objetivos e acima de tudo lúcidos. “A revolução pode passar por criares um bom filho.” Já dizia o ditado.

Tenho visto rompimentos entre pessoas baseadas na incapacidade de separar opostos.

Tenho visto mais corrosão no nosso meio que nunca.

Tenho visto ódio, muito ódio.

A intolerância é um bicho muito contagioso, seja para que lado for.

Somos mais que isso. Foquemo-nos na união e no que realmente importa.

No final do dia, todos ficamos a perder, infelizmente e todos os dias têm sido dias.


 

Support World Of Metal
Become a Patron!

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: