fbpx

WOM Report – Chá das 4 apresenta Matinée First Five Core – Bas Rotten, Manferior, Fonte, Viciously Hateful @ RCA Club, Lisboa – 05.12.21

Já tinha dito que este conceito das matinées, longe de ser novo, é excelente e deveria ser amplamente adotado. Para quem está em casa num Domingo a definhar lentamente até o dia seguinte em que as obrigações profissionais tomam conta do ser, não há mesmo melhor alternativa e foi a opinião que muito boa gente decidiu seguir no passado Domingo. O RCA Club esteve sempre bem composto para receber quatro bandas que embora distintas, partilhavam muitas características entre si. Com a sala com algumas decorações propícias à data, estava tudo a postos para receber os Bas Rotten, Manferior, Fonte e Viciously Hateful.

Foram precisamente estes últimos que estrearam a tarde, com uma intro do clássico “Hellraiser” e com um hardcore pesadão e beatdown mas sem deixar de incorporar um gostinho metálico. Apesar de alguma falta de rotina de palco que foi perceptível – sobretudo nas (demasiado) prolongadas pausa entre músicas – os Viciously Hateful deixaram muitas boas indicações. Também não tiveram muita sorte. Quando tocaram a
“Trust None” que conta com a partticipação de Raphz dos Fear The Lord, o mesmo não estava presente. No entanto, com os outros convidados a coisa já fluíram bem, salientando a participação de Lucas Bishop dos Downfall Of Mankind.

Os senhores que se seguiram foram os Fonte e foi notável a evolução da banda desde a última vez que os vimos (na inesquecível homenagem ao Bifes há já três anos). A banda encontra-se revitalizada e a escolha de Paulo Gonçalves para vocalista é um dos pontos chave. Mantendo a postura hardcore mas com um som bem mais metalizado, foi uma excelente surpresa vê-los em palco, onde conseguiram dar espectáculo, apresentar novos temas – “Louco”, um doomzorro de todo o tamanho – e ainda fazer uma poderosa homenagem ao sempre presente Bifes com o já clássico “Vi Deus Na Cama Com o Diabo”, contando com uma mão cheia de convidados para cantar – Jonie dos Simbiose, Inês dos Albert Fish, Tiago Rato dos Centopeia e Dr. Bifes e Psicopratas – e terminando a actuação em níveis estratosféricos.

Terceira banda da noite foi aquela que me era completamente desconhecida. Os Manferior tocam uma mistura de crust e powerviolence, pulverizado com pitadas de sludge e a ter o mesmo impacto que uma locomotiva grindcore. Ou seja, tudo coisas capazes de deitar abaixo qualquer casa que se preze. No entanto, o público parece que estava algo tímido no início mas as pequenas cargas violentas e ruidosas não deram hipótese e a animação instalou-se. Espírito descomprometido, violência a rodos, tal como a situação exigia. Ainda houve oportunidade para apresentar dois temas novos – “Nihilistic”  e “Doomed To See” que também conseguiram arrancar boas reacções por parte do público.

Para a final, os Bas Rotten, cabeças de cartaz e que mostraram a razão de estar nessa posição. E o público estava bem ansioso também para os ver. Ainda a banda estava a ultimar o seu som e já havia um moço a subir ao palco e a fazer stage diving. O que falar da sua actuação? Talvez através de uma dúvida existencial e de uma certeza. Dúvida, como é que aquela banca do merchandise conseguiu sobreviver intacta até ao final da actuação é um mistério. Certeza, quem conhecia a banda do seu álbum de estreia “Surge”, já era fã, mas depois desta actuação, é um amor para a vida. Micro descargas brutas e constantes que promoveram belos bailaricos e fecharam com chave de ouro mais uma matinée no RCA Club.

De salientar a importância da continuação destes eventos quando a cultura está a ser mais uma vez a ser obrigada a recuar. Mantendo a segurança e depois de toda a aprendizagem de mais de um ano de pandemia, não há razão para que as coisas não continuem a ser feitas. Mediante os limites e mediante as limitações, é melhor fazer acontecer e continuar a lutar pela nossa cultura do que simplesmente baixar os braços. E como tal só resta repetir o que todas as bandas sem excepção fizeram: agradecer à iniciativa Chá das Quatro, First Five Core e ao RCA Club e sem esquecer obviamente as bandas envolvidas por mais uma batalha ganha.

Texto Fernando Ferreira
Fotos Sónia Ferreira
Agradecimentos Chá das 4


 

Agora na Google Play Store

Support World Of Metal
Become a Patron!

4 thoughts on “WOM Report – Chá das 4 apresenta Matinée First Five Core – Bas Rotten, Manferior, Fonte, Viciously Hateful @ RCA Club, Lisboa – 05.12.21

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.