fbpx

WOM Reviews – Sonic Overlords / Nuummite / Fvnesto / Lithik

WOM Reviews - Sonic Overlords / Nuummite / Fvnesto / Lithik

Sonic Overlords – “Last Days Of Babylon”

2021 – M-Theory Media 

Coisa mais linda, este álbum dos The Sonic Overlords. A junção de mundos normalmente pode levar a desilusões (rótulos bonitos que elevam as expectativas desnecessiariamente) ou a excelentes surpresasa. Quando temos uma banda sueca vinda do (e/ou para o) doom metal é inevitável pensar-se em nomes como Candlemass e outros mais recentes que demonstra que mais que quantidade, o país tem uma rica história de qualidade. Este doom vai beber a esse campo, mas depois também tem aqui para o meio uns pózinhos de perlimpimpim de hard’n’heavy clássico que poderá confundir-se com stoner. Não que essa confusão seja ofensiva, mas o que interesse nisto tudo é mesmo o resultado final, um álbum com peso, melodia e melancolia mas de uma forma metálica. Um álbum clássico e perfeitamente contemporâneo. A melhor forma mesmo de o definir é como como sendo um absoluto vício.

9/10
Fernando Ferreira

Nuummite – “Celestial Triarchy”

2021 – Trepanation Recordings

Quantas vezes já disse este ano “excelente estreia”? Não sei quantas mas sei que foram acima da média. Toda a descrença em relação ao futuro pelo menos isto pode-se ter a certeza, a música boa não está confinada irremediavelmente ao passado. Os Nuumite são um trio da Républica Checa que nos trazem uma mistura de black metal e pós-metal para lá de fascinante. Quase totalmente instrumental – tirando apenas algumas vocalizações esporádicas – “Celestial Triarchy” é uma viagem épica que deve ser consumida de seguida, sem intervalos e sem parar para pensar. Apenas sentir. Um álbum extremamente completo e sem recorrer a exageros. Uma sobriedade que contrasta com a extravagância própria da inocência de um trabalho de estreia. Algo fantástico que é difícil de largar.

9/10
Fernando Ferreira

Fvnesto – “Estrelar”

2021 – Edição de Autor

Simplicidade orgânica. É uma maneira de definir o som dos Fvnesto. Música instrumental, que assenta na interacção entre bateria, baixo e guitarra, e que vai buscar mais força ao poderio rítmico (sem entrar por vias muito complicadas) e à subtileza melódicas das linhas melódicas condutoras. A produção é crua – provavelmente o preço a pagar pelo tal elemento orgânico – sobretudo ao nível do som da bateria mas esse não é um defeito que se os prenda ao chão. Aliás, nem poderá ser considerado um defeito sequer, já que lhe dá um carisma próprio. Poderá pensar-se que a música dos Fvnesto soa a inacabada e realmente muitas mais camadas de som e arranjos poderiam ter sido colocadas em cima. Bem, se resulta assim, porquê complicar? E para quem gosta de post-metal/sludge ou simplesmente de música instrumental com espírito de jam, está aqui uma bela proposta.

8.5/10
Fernando Ferreira

Lithik – “Weather The Storm”

2021 – Edição de Autor

EP de estreia bem interessante desta entidade australiana – ao que tudo indica um duo – que passeia, e leva-nos a passear, por um caminho que ora anda pelo death/doom metal como também tem identidade gótica. Algo que nos faz sentir alguma nostalgia, da boa, mas que não nos deixa perdidos nesse sentimento. As músicas conseguem ir para além desse gatilho e é uma colecção de temas que se saboreia com prazer acentuado. Os vocalizações femininas são particularmente bem inspiradas.

7.5/10
Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.