WOM Report – Okkultist, Infraktor @ RCA Club, Lisboa – 15.03.19

Infraktor e Okkultist: Um Ritual Demoníaco de thrash death no RCA

Na passada Sexta-feira, 15 de Março, a World of Metal teve o prazer de testemunhar um grande ritual demoníaco de contornos thrash death metal encabeçado pelos lisboetas Okkultist com a ajuda dos aveirenses Infraktor como banda suporte. A noite adivinhava-se especial devido ao lançamento do primeiro álbum dos Okkultist “Reinventing Evil”, sob a chancela da Alma Mater Records, editora pertencente ao ilustre frontman dos Moonspell, Fernando Ribeiro.

Foi precisamente num ambiente acolhedor e intimista, com um RCA Club bem composto, que os Infraktor fizeram as honras da casa ao abrirem para os Okkultist, apresentando-nos o seu repertório constituído por temas do seu primeiro longa-duração “Exhaust” (Rastilho Records, 2018), começando por uma “Intro” e “Son of A Butcher” ao ataque perante uma audiência algo tímida, mas que depois entrou na onda, tamanha era a agitação provocada pela banda.

O vocalista Hugo Silva conquistou os presentes com o seu carisma, agradecendo por diversas vezes o apoio à banda, porque esta seria uma noite especial e inesquecível, tal facto comprovou-se porque era mesmo impossível não ficarmos indiferentes ao som avassalador dos Infraktor e houve fans que vieram do norte do país para os acompanhar nesta aventura em terras lisboetas. Repito, não dá mesmo para se ficar indiferente ao som dos Infraktor, é favor conferirem os níveis de brutalidade do álbum “Exhaust”, cujas malhas foram tocadas ao vivo com uma ferocidade e destreza incríveis sem falhas a apontar.

Mais uma prova de que em Portugal há muito boa música e boas bandas de qualidade, sem dúvida que os Infraktor merecem triunfar lá fora, quem sabe se não poderá ser numa tour com os seus conterrâneos Okkultist, uma vez que esta noite correu tão bem e o cartaz estava muito bem delineado, quem sabe?

Por volta da meia-noite surgiriam os ecos de um ritual demoníaco que nos iria marcar a nível visual e sonoro, sem necessidade de apresentações, os Okkultist chegaram, conquistaram e puseram o RCA inteiro ao rubro com o seu death metal bem old school de contornos black. O espírito animalesco da talentosa vocalista Beatriz Mariano devorou e bem as nossas atenções de tal maneira que o público reagiu com ondas de mosh e headbanging.

Estivemos perante uma lição sobre a arte de bem reinventar as forças demoníacas dada pelos Okkultist, cujo sumário foi uma longa dissertação ao nível death metal old school com um toque black a abrir com “Plasmodium Nocturnus”, mas, no fundo, a banda deu tudo por tudo sob o espírito do underground definido por uma actuação bem coesa, e mostrou que é possível ir bem longe, a avaliar pelas boas críticas sobre o seu opus de estreia a nível internacional. Passando pelo tema que deu origem ao videoclip “I Am The Beast”, a banda esteve sempre imparável, não deu descanso até chegar a hora de finalizar com um encore no qual reservaram o tributo a Bathory com “Satan My Master”. O underground nacional está bem vivo e recomenda-se, parabéns às bandas, às editoras Alma Mater Records e Rastilho Records pelas jóias negras da noite, que valeram bem a pena.

 

 

Texto por Sandra Nunes
Fotos por Hélio Cristovão (@MoonInMercury)
Agradecimentos: Alma Mater Records e Rastilho Records

 

Ver a galeria de fotos Okkultist
Ver a galeria de fotos Infraktor

 


Support World Of Metal
Become a Patron!

New WOM Android APP – Read All Our Issues for free!
World Of Metal Magazine – Out Now
Download It Here!

0

Hélio Cristovão

www.instagram.com/mooninmercury

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: