fbpx

WOM Reviews – Eternity’s End / The Giant Void / Custard / Victory

WOM Reviews - Eternity’s End / The Giang Void / Custard / Victory

Eternity’s End – “Embers Of War”

2021 – Prosthetic

Ao terceiro álbum, os Eternity’s End mostram com quantos paus se faz uma canoa. Ou melhor, se faz um grande álbum de power metal. Certos elementos poderão até ser garantia disso, como a excelente voz que Iuri Sanson tem, da solidez rítmica de Linus Klausenitzer no baixo e do monstro Hannes Grossman na bateria, ou até mesmo do talento de Christian Münzner e  Justin Hombach nas guitarras. Poderá ser garantia mas não é porque nada disso se transcende se não tivermos grandes temas (ou veículos) para todo esse talento se materializar da melhor forma. “Embers Of War” é uma montra do talento que a banda tem para fazer temas épicos, boas letras que resultam num grande álbum. Ou melhor ainda, numa pérola power metal de 2021.

9/10
Fernando Ferreira

The Giant Void – “Thought Insertion”

2021 – Edição De Autor

Fantástica estreia pelos brasileiros The Giant Void. Desde o início a banda demonstra ter aquilo que é necessário para uma banda triunfar. Primeiro, sobriedade. Este aspecto, poucas vezes salientado, é bastante importante para mostrar as reais capacidades de composição da banda. Num mundo como o nosso onde mais alto, mais forte é quase sempre a solução para passar à frente da concorrência, a consistência da composição é algo que é extremamente valorizado quando a banda consegue condensar o seu heavy/power metal sem se perder ou ceder à tentação de embarcar por viagens de exibição técnica que não servem a música ou à construção de uma boa canção. E isso nota-se ao termos um conjunto de canções que nos fazem pensar noutros tempos sem ser propriamente retro. É difícil termos músicas que nos fazem recuar até às primeiras vezes que ouvimos bandas importantes para nós, mas aqui isso acontece com fartura.

8.5/10
Fernando Ferreira

Custard – “Imperium Rapax”

2021 – Pure Steel

Os Custard têm sido um nome omnipresente na cena do power metal europeu, mesmo que nos últimos anos tenham andado mais discretos. Depois de cinco anos de ausência regressam com um álbum forte que não compromete o legado mas também se arrisca muito pouco para ir buscar novos fãs. Também com mais de trinta anos de carreira, esse também já não deve ser o objectivo. Competente, bons temas, uma excelente voz, não há como errar. Joga para o seu campeonato e mesmo que use as tácticas de há vinte anos atrás, vai conseguindo bons resultados. E a convencer a sua massa adepta.

8/10
Fernando Ferreira

Victory – “Gods Of Tomorrow”

2021 – AFM

Regresso dos alemães Victory, depois de terem passado dez anos após o lançamento do seu álbum anterior. Não que mais uma década ou menos uma década tenham feito alguma diferença no som da banda. A produção é cheia e moderna mas a raça continua a ser aquele heavy metal tradicional que ora surge mais compassado (na maior parte do álbum) ora toma umas vitaminas e aparece cheio de raça (como na “Love & Hate” e “Into The Light”, esta última com um riff à Accept/Grave Digger, o que não admira já que temos Herman Frank como membro de longa data e que continua presente nesta formação Victory 2021). Para quem gosta do seu heavy metal pausado mas cheio de feeling, tem aqui um bom disco para descobrir.

7.5/10
Fernando Ferreira

One thought on “WOM Reviews – Eternity’s End / The Giant Void / Custard / Victory

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.