WOM Reviews – Lee Ainleys Blues Storm / Captain Black Beard / Euphoria / N. N. M. / Avi Rosenfeld / Hangácsi Márton / Awake By Design / El Camino Burnout / 5 Years Gone

WOM Reviews - Lee Ainleys Blues Storm / Captain Black Beard / Euphoria / N. N. M. / Avi Rosenfeld / Hangácsi Márton / Awake By Design / El Camino Burnout / 5 Years Gone

Lee Ainleys Blues Storm – “Evolution”

2020 – Edição de Autor

Belo vocal, um super clima blues 70´s mas com um toque de modernidade. Muito interessante! A produção é muito boa o que acentua mais a qualidade de cada composição. Para os amantes de Joe Bonamassa, posso indicar Lee Ainleys Blues Storm sem medo de errar. Realmente, não vejo nenhum ponto negativo no trabalho

10/10
Carlos Lichman

Captain Black Beard – “Sonic Forces”

2020 – AOR Heaven

Gostei muito desta proposta musical. Não conhecia a banda nem o seu trabalho, mas confesso que ao ouvir “Sonic Forces” ouvi um disco com aquilo que o rock tem de melhor para dar: excelentes melodias, os grandes sons de teclado, combinados com os ritmos alegres, enérgicos e solos muito envolventes. Apesar da banda já ter muitos anos de estrada, e um nome pouco sugestivo, acreditem que este disco é top!

10/10
Miguel Correia

Euphoria – “Euphoria”

2020 – Rock Of Angels Records

Simplicidade. Confesso que o rock actual é um enigma estranho de definir. Temos aquilo que tem influências alternativas e modernas e depois temos aquele que evoluiu da década de sessenta e setenta até atingir o seu auge “evolutivo” na década de oitenta e por aí ficou. É por isso que esse parece sempre a algo perdido no tempo. Quando surge uma proposta que se assume rock, vou sempre pensar nesta última variante, variante onde o duo grego Euphoria e o seu álbum auto-intitulado de estreia se inserem. Surpreendentemente, conseguiram cativar-me, sem fugir em nada do que é considerado ultrapassado. Com a voz de Chrisanthi e a guitarra de Tony Kash, somos embalados sem querer pensar se está na moda ou é retro. Curiosidade para o tema épico final que parece-me claramente inspirado na estrutura da “The Day That Never Comes” dos Metallica e é o tema mais pesado de todo o disco. Também o melhor. Excelente surpresa.

8.5/10
Fernando Ferreira

N. N. M. – “Neanderthal Noise Machine”

2020 – Dying Victims Productions

De alguma forma estranha, este título faz todo o sentido. Perante a música que apresentam. Imaginem uns Motörhead, apostados em soar ainda mais javardos e primitivos. Mas não se pense apenas na banda de Lemmy Kilmister. Pense-se no rock’n’roll enquanto conceito, enquanto algo immaterial que raramente consegue encontrar o seu caminho para o mundo real. Imperfeito mas por isso mesmo perfeito. Algo que não faz sentido nos dias de hoje. Se calhar tal como os N.N.M.. Provavelmente a mesma razão pela qual ficámos fãs.

8/10
Fernando Ferreira

Avi Rosenfeld / Hangácsi Márton – “Silence Is Sounding So Good”

2020 – Edição de Autor

O amigo Avi está de volta com mais um álbum. E nunca a expressão “mais um álbum” foi tão impressionante como agora já que estamos do seu 50º trabalho de originais. Uma marca que não deixa de ser impressionante. Para quem conhece Avi, já sabe o que pode esperar dele: rock, suave e muito bem construído. Normalmente ele trabalha com vários vocalistas mas neste caso foi apenas Hangácsi Márton que deu voz à sua música. A amplitude vocal poderá estar reduzida mas continuamos a ter uma boa viagem entre várias vertentes do rock.

6.5/10
Fernando Ferreira

Awake By Design – “Awake By Design”

2020 – Edição de Autor

Normalmente o terceiro álbum é especial. Assim como os auto-intitulados. Os britânicos Awake By Design reúnem as duas condicionantes num álbum que é sólido mesmo sem ser deslumbrante. A melodia é a principal arma. Melodia e bons temas que fazem a diferença – aquela “Nothing Hurts” é qualquer coisa de fantástico – mas no geral não é tão memorável quanto se esperava. O que é pena, porque queremos mesmo encontrar mais momentos empolgantes do que aqueles que efectivamente encontramos. Para quem for mais persistente, ainda assim, poderá encontrar aqui bons momentos de diversão.

6.5/10 
Fernando Ferreira

El Camino Burnout – “El Camino Burnout”

2020 – Edição de Autor

Como o próprio nome indica, o que temos aqui é a mais fina tradição rock vinda dos E.U.A., onde o blues está sempre presente, mais que não seja em espírito. Dá-nos aquela sensação de banda de bar de beira da estrada algures perdido no deserto. Só tem um pormenor, é um bocado polido demais para aquilo que seria expectável para encaixar nessa imagem. Isso e temas como “One Way Ticket” que parece uma mistura de dub com rock/pop moderno. De qualquer forma, um trabalho interessante.

6/10
Fernando Ferreira

5 Years Gone – “Rock N’Roll Rebirth”

2020 – Edição de Autor

O título do álbum é provocante. Pelo menos no panorama musical actual que temos, é uma esperança de que o bom e velho Rock N’Roll estivesse de volta. Mas o tempo não volta para trás, o que é bom e ao mesmo tempo, mau. Apesar de bem produzido, bem tocado, este álbum também não faz mudar esse estado das coisas. Não há nada a apontar mas simplesmente não tem as canções que seriam necessárias para esse feito. E apesar de nos ser apresentado como hard rock, o que temos é mesmo um rock suave, bem executado (importante salientar) mas que infelizmente não empolga ao ponto de ressuscitar o estilo que (pensa que) está focar. Uma boa banda para ouvir sem qualquer preconceito, num bar ou noutro sítio qualquer enquanto se espera por outra coisa qualquer.

5/10
Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.