fbpx

WOM Reviews – Swallow The Sun / Samael / Condemned Till Dawn

WOM Reviews - Faustian Pact / Lake Baikal / Ossaert / Deadspawn / Beast Of Revelation / Fosch / Aspidium / The Spirit

Swallow The Sun – “Moonflowers”

2021 – Century Media

Confesso que depois do lançamento do álbum ao vivo “20 Years Of Gloom, Beauty And Despair: Live In Helsinki” não esperava que lançasse tão cedo o seu próximo álbum de originais. E confesso que perante o elevado nível do último álbum, que nem esperava que estivessem dispostos a superar e a elevar ainda mais a fasquia. Poderá parecer estranho, mas como fã apenas pensei “Ok, não se esforcem, vocês já têm tanta coisa boa, aguento bem com um álbum mais ou menos como tantas outras bandas que gosto teimam em lançar frequentemente”. Notou-se logo ao início com “Moonflowers Bloom In Misery”, um dos melhores e mais impactantes temas de todo o álbum. Os níveis melancólicos estão a um nível máximo mas sempre com um efeito emocional que vai para além da pura lamechice – embora para quem não aprecie, vai sempre parecer isso. Peso intenso e emocional e aquela mestria que já se espera, este é, de longe, um dos grandes álbuns de 2021!

9.5/10
Fernando Ferreira

Samael – “Passage”

1996/2021 – MDD Records

Este é, para mim, o álbum definitivo dos Samael. Percebo quem aprecie apenas a fase black metal, compreendo quem goste mais do “Ceremony Of Opposites” mas este álbum foi aquele que a banda transcendeu a cena onde estava encaixada e fez parte de uma série de bandas (muitas da mesma editora) que mostravam que a música extrema de ontem tinha muitos mais caminhos por onde seguir. Caminhos excitantes e até revolucionários. Para a banda até representou um beco sem saída que seria difícil de superar. Foi o encontro do peso de ontem com a melodia e a abordagem mais electrónica que viria de seguida. Esse equilíbrio é atingido com temas que são imortais. Aliás, os primeiros cinco temas são imbatíveis. Que diabos, todo o alinhamento é perfeito, mostrando uma vida criativa bem mais além do reduto onde tinham estado – mesmo que para isso se tenham enfiado noutro reduto, mas isso já são outros tantos. Fantástico álbum e OBRIGATÓRIO!

9.5/10
Fernando Ferreira

Samael – “Ceremony Of Opposites”

1994/2021 – MDD Records

Um dos grandes álbuns da carreira dos Samael e um trabalho que já evidenciava as mudanças que aí vinham. O seu black metal, com um cunho muito próprio, era aqui acompanhado com um sentido de groove e melodia que era inédito e que iria fazer escola. Para muitos foi a introdução a sonoridades mais pesadas e sem dúvida com atributos para manter essa admiração e o estatuto de culto ao longo dos tempos. Mesmo tendo a consciência de que lançado hoje em dia seria recebido como um trabalho banal. Mas o groove que viria a estar presente daqui para a frente, sem dúvida que partiu daqui. “Son Of Earth” tem umas linhas baixo que podem ser identificadas como o groove clássico dos Samael assim como a intro da “Baphomet’s Throne”. Um clássico que é obrigatório para quem ainda não possui.

8/10
Fernando Ferreira

Condemned Till Dawn – “The Huntsman”

2020/2021 – WormHoleDeath

Reedição do EP dos norte-americanos Condemned Till Dawn que para muitos servirá como uma apresentação ao seu som. E nesse aspecto posso dizer que é uma boa apresentação. O seu death metal melódico moderno é cativante desde o primeiro momento, original q.b. mesmo que por vezes faça lembrar as tendências mais recentes da música pesada. No entanto o conjunto de melodias e sobretudo a garra que evidencia e espalha são aquelas que ficam mais presentes. Confesso que por vezes a linha entre o metalcore e o death metal melódico é bastante ténue mas de qualquer forma, mesmo para quem for alérgico, não ficará mal servido com este EP.

7.5/10
Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.