WOM Reviews – Tzimani / Shining Black / Grim / Chris Rosander / The Riven / Servant Leader / Andy Susemihl / Night

WOM Reviews - Tzimani / Shining Black / Grim / Chris Rosander / The Riven / Servant Leader / Andy Susemihl / Night

Tzimani – “Tzimani”

2020 – Bonita Steel Records / Diabolic Might Records

De origem norte americana surgem os Tzimani, reúnem o melhor do Heavy Metal Old School.

Ouvor este disco foi um flash enorme, pois recordei os tempos em que a música que nos chegava era de sonoridade muito suja, naturalmente sem grandes produções, embora não seja este o caso, mas “Tzimani”, intencionalmente ou não soa algo assim. Puro metal, cheio de ganas e energia. É para ouvir sem arrependimentos pois vão apreciar.

9/10
Miguel Correia

Shining Black Ft. Boals & Thorsen – “Shining Black Ft. Boals & Thorsen”

2020 – Frontiers Music

Mais um projecto daqueles made in Fontiers. Serafino Perugino tem sido o impulsionador destes, com o sucesso e mérito reconhecido. Aqui juntou simplesmente mais dois nomes de peso: Mark Boals (voz, Yngwie Malmsteen, Ring Of Fire, Royal Hunt) e Ölaf Thorsen (guitarra, Labyrinth, Vision Divine) e o resultado é no mínimo explosivo, só podia ser! Este disco é um portento musical do princípio ao fim. Nele ouvimos e sentimos a virtuosidade de Ölaf enquanto guitarrista e Mark, que se mostra num nível elevado em dez temas difíceis de destacar. Parabéns aos elementos dos Shining Black e à Frontiers por tudo o que tem dado ao meio!

10/10
Miguel Correia

Grim – “Blood”

2020 – Edição de Autor

Do Canadá chegam-nos os Grim. Proposta rockeira, simples, muito direta e de fácil audição.

Pouco mais sei deles, mas para primeira apresentação a coisa até que não foi má de todo. Curti imenso a malha de abertura, “Hearts”, yeah, just rock’n’roll e é disto que vida é feita! Depois vão desfilando outros temas, interessantes, de bater o pé a cabeça, de beber uns canecos e curtir a vida ao som de “New Single Blood”, mas deixo para quem seja apreciador do género descobrir o que este disco tem de bom para vos dar e alegrar o vosso dia!

9/10
Miguel Correia

Chris Rosander – “King Of Hearts”

2020 – AOR Heaven

Christian Rosander é um músico e compositor de 22 anos de Örnsköldsvik, da Suécia. A proposta é de sonoridade AOR melódica, com nome de banda de referência do género. “King Of Hearts” é um disco interessante, com bons momentos musicais e será certamente um trabalho a ter em conta para os fãs do género. O problema é que o mercado está “cheio” de lançamentos, de nomes e trabalhos com qualidade superior, que facilmente vão deixar no esquecimento ou passar despercebida a estreia de Chris Rosander, o que é pena. Gostei!

8.5/10
Miguel Correia

The Riven – “Windbreaker / Moving On”

2020 – The Sign Records

Após o sucesso do seu álbum de estreia auto-intitulado, os retro rockers suecos estão de volta com novo material! O que nos chegou foram simplesmente estas duas faixas que irão fazer parte de um futuro lançamento a ter lugar em Agosto deste ano. Influenciado pelas grandes bandas dos anos 70 e 80 os The Riven tocam rock’n’roll honesto, eletrizante que promete fazer furor. Vamos aguardar pela chegada do álbum para tirar ou não as dúvidas que possam ficar. Para já fiquei agradado.

8.5/10
Miguel Correia

Servant Leader – “Raised By Wolves – Part 1”

2020 – Leighviathan

Servant Leader é o projecto a solo de Leigh Oates. São quatro temas com uma estrutura sonora alternativa, completamente dominadas pelo poder vocal de Leigh, com bons riffs e melodias muito interessantes, coesas, daquelas que nos prendem facilmente. Globalmente deixa muito boas indicações.

8/10 
Miguel Correia

Andy Susemihl – “Burning Man”

2020 – Edição de Autor

Agradável EP de Andy Susemihl com um série de temas raçudos e que agarram-se ao ouvido. É engraçado reparar como nos tempos que correm este tipo de música (boa e acessível) é o underground enquanto o lixo que temos nas radios é basicamente de qualidade bastante inferior. Lamentações aparte, e sabendo que não sendo nada de extraordinariamente fora do normal, este é um trabalho sólido de rock onde a guitarra é bastante tratada.

7/10
Fernando Ferreira

Night – “Feeling Everywhere”

2020 – The Sign Records

Desconhecidos do meu mapa de interesses, mas também, ao contrário de outras reviews que vão chegando em que fico com eles debaixo de olho para o futuro, os Night não são daqueles nomes que me vão deixar atentos ao futuro. São só dois temas, é certo, sinto algum potencial, mas algo insonso para me roubar a atenção.

6.5/10
Miguel Correia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.