WOM Reviews – FM / Thundermother / Tuple / The Treatment / The End Machine / Queenmaker / Souls Extolled / Waking Dream

WOM Reviews - FM / Thundermother / Tuple / The Treatment / The End Machine / Queenmaker / Souls Extolled / Waking Dream

FM – “Tough It Out Live”

2021 – Frontiers Music

Os FM já levam 40 anos de carreira e 12 álbuns de estúdio… é obra! Lembro-me por exemplo de “Indiscreet” de 1986 e de “Tough It Out” de 1988 como referências da época e naturalmente intemporais dentro o género. Em 2019, para comemorar o 30º aniversário de “Tough It Out”, a banda tocou o álbum na íntegra nos seus últimos concertos no Reino Unido e na Alemanha. Esta gravação foi lançada como parte de um álbum duplo ao vivo, que inclui um segundo CD contendo uma seleção de faixas ao vivo, mas raramente executadas. Os destaques do álbum incluem as brilhantes “Bad Luck” e “Someday (You’ll Come Running)”, a chegada de “Everytime I Think Of You’, uma faixa mais lenta, dá ali um espaço para a mente se recompor e preparar uma nova vida com “Burning My Heart Down”. Tudo o resto é a expressão ao vivo de uma banda que já tive a felicidade de ver.

10/10
Miguel Correia

Thundermother – “Heat Wave”

2021 – AFM

O quarto álbum “Heat Wave” vai ver a luz do dia no próximo dia 31 de julho e é um daqueles discos de puro rock’n’roll com treze faixas que são rápidas, pesadas e contundentes com um som AC/DC e a atitude a la Motörhead. Este é daqueles disco que vos vai fazer bater a cabeça forte e feio, pois há por aqui níveis altos de energia, traduzida por riffs pesados, rápidos e impetuosos que nos fazem disparar a adrenalina e deixar a coisa por vezes incontrolável. Bomba!

10/10
Miguel Correia

Tuple – “Wooden Box”

2020 – AOR Heaven

Tommi ‘Tuple’ Salmela, conhecido músico de nomes como os Tarot, Lazy Bonez e Raskasta Joulua, decidiu fazer com a sua estreia solo “Wooden Box”, um trabalho autobiográfico, cheio daquele rock de arena que é um verdadeiro deleite para os nossos ouvidos.“Woodem Box” é um disco em que se sente em cada tema as raízes musicais de Tommi rasgar por todos os poros da sua pele e onde se encontra o equilíbrio entre melodia e energia, e entre melancolia e humor positivo.

10/10
Miguel Correia

The Treatment – “Waiting For Good Luck”

2021 – Frontiers Music

Formados em 2008 em Cambridge, Inglaterra, os Treatment são uma banda com um background musical muito forte, fruto da partilha de palco com nomes como os Kiss, Motley Crue, Thin Lizzy, Alice Cooper só para citar alguns. Este disco, é o quinto de estúdio e o segundo com Tom na voz e o primeiro com o novo baixista, Andy Milburn e trata-se uma excelente proposta musical. Por opção, ou não, para trás ficou parcialmente aquela batida mais blue direcionando o seu som para um ambiente mais rockeiro, muito direto com riffs cheios de power e refrões que nos fazem querer acompanhar logo na primeira audição. Uma nova direção musical que pode ser o primeiro passo para o cimentar de uma carreira num patamar mais elevado.

9/10
Miguel Correia

The End Machine – “Phase 2”

2021 – Frontiers Music

“Phase 2” tem uma particularidade: George Lynch e Jeff Pilson, voltaram, oficialmente, a trabalhar juntos! São dois músicos lendários, que começaram a escrever a sua história nos meandros do rock nos tempos de Dokken e a curiosidade era enorme para ver o resultado deste novo trabalho do projeto The End Machine. Naturalmente a referida curiosidade também pode criar em nós a tendência de ir buscar muitas das malhas que a dupla criou nesses tempos e tentar perceber até que ponto, ou não, as ideias se fazem ouvir. Felizmente, as coisas fluem de forma simples e poderosa fazendo deste disco uma referência de peso no hard rock. Não há nada a apontar negativamente a “Phase 2” e Lynch começa a ser daqueles músicos que onde entra é para vencer! Venha o próximo!

9/10
Miguel Correia

Queenmaker – “Under Kiss”

2020 – Edged Circle

Dois temas, num Ep que nos chegou, e que serviram para tomar contacto com os suecos Queenmaker. “Under The Kiss” e “Hold On To Love” são de sonoridade AOR / Rock melódico com voz feminina, a cargo de Jennie Väänänen e com toda a certeza serão o exemplo daquilo que é a linha musical da banda, que conta ainda com Rob Nasty como multi-instrumentista. Apesar de ter gostado, vou aguardar por um longa duração!

7/10 
João Pedro Freitas

Souls Extolled – “Seraphic War”

2020 – Zach Black Music

A capa não nos prepara psicologicamente para aquilo que vamos encontrar. Do power metal até um black/death metal, todos os caminhos estariam abertos, no entanto o que temos é mesmo um rock que é invulgarmente retro (vai buscar uma certa nostalgia punk ou pús-punk) misturado com folk e ocasionais momentos explosivos. Parece uma mixórdia? Sim, é, mas resulta em algo coeso e que cativa. Fico com curiosidade em ver qual será o próximo passo, mas a capacidadee para termos grandes temas é mais que certa.

7.5/10
Fernando Ferreira

Waking Dream – “Peculiarities Of Evolution”

2020 – Edição de Autor

A capa não faria prever mas esta é uma banda muito interessante. Limitações (não me metam a falar da capa) temos algumas mas a attitude boa onda da banda russa consegue cativar. Bom groove rock clássico – diria até que a “Hit Song” até tem um ar de disco sound que resulta – e boa escolha nas referências que fazem sorrir e pensar naqueles tempos em que estava a começar neste mundo. Uma inocência cativante. A voz precisa de evoluir mais para não parecer tão forçada, principalmente por cantar em inglês (tem um bom timbre) e a produção mais forte, com uma bateria mais orgãnica, ajudaria a que o impacto fosse maior, no entanto, apesar do galo, esta é uma banda com enorme potencial.

7/10
Fernando FErreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.