WOM Reviews – Grid / Psychoneurosis / Herida Profunda / Suffering Quota / Tales Of Tomb / Alter Idem / Conceived By Hate / Thorn / Blood Of Angels / Deconsecration

WOM Reviews - Grid / Psychoneurosis / Herida Profunda / Suffering Quota / Tales Of Tomb / Alter Idem / Conceived By Hate / Thorn / Blood Of Angels / Deconsecration

Grid – “Livsleda”

2020 – SelfMadeGod Records

Curto mas bruto – a nossa própria versão da expressão “Short But Sweet”. Brutalidade como gente grande, naquela vertente crust/grind que tanto gostamos, mas sempre com capacidade para soltar melodia quando é necessário. Neste tipo de coisa nunca se pensa que é necessário mas vejamos como uma música como “Disinformation = Facts”. Só é pena que dure tão pouco tempo. É dos raros casos em que temos muito gosto em ouvirmos novamente duas ou três vezes, sem nos cansarmos e no final ficar ainda a saber a pouco. É assim tão curto. É assim tão bom.

9/10
Fernando Ferreira

Psychoneurosis / Herida Profunda / Suffering Quota – “In Fear We Trust”

2020 – Wooaaargh / No Time Records / Destruktomuzik Label / Coyote Records

Split que junta três bandas que têm gosto na porrada musical. Algures entre o crusk e o grindcore, este split escorrega muito bem nos ouvidos, não nos deixando com favoritos – embora deva dizer que as faixas ao vivo dos Herida Profunda são especialmente viciantes. Sem merdas, contemplações, porrada no lombo. Por vezes era bom que pudessemos resolver os nossos problemas desta forma tão simples.

8/10
Fernando Ferreira

Tales Of Tomb – “Volume Two: Mendacium”

2019 – Edição de Autor

Do Canadá o que é que vem, o que é que vem? Death metal bruto e de grande qualidade. É o caso do segundo EP dos Tales Of Tomb. Peso, que fica muito dever-se a uma produção bem cheia orgânica, e uma capacidade de apresentar temas que nos enchem de dinâmicas metálicas marcantes. O groove é capaz de ser a arma mais identificável mas sem dúvida que temos também argumentos técnicos dignos de nota. Recomendado para quem gosta de death metal com poder.

9/10
Fernando Ferreira

Alter Idem – “Fragments Of Consciousness”

2020 – Realityfade Records

Coisa brutinha para iniciar as apresentações. Os Alter Idem são australianos e demonstram que, apesar deste o seu primeiro registo, estão mais que aptos para dar porrada no lombo dos ouvintes como gente grande. Na modalidade do deathcore, já não há grandes novidades, já se espera que tipo de violência nos vai se inflingida e até já se tem alguma resistência, mas quando o mesmo surge amigado de brutal death técnico, então já temos mais interesse em ir ao castigo – salvo seja. Fica a curiosidade para ouvir mais, para ver como se solifica esta nova personalidade da música extrema australiana.

8/10
Fernando Ferreira

Conceived By Hate – “Putrid Realms Of The Occult”

2020 – Satanath Records

O duo Conceived By Hate do El Salvador está de volta após quatro anos de silêncio. Continuma a apostar num death metal blasfemo e com o pé sempre no acelerador. A reminiscência do black metal surge exclusivamente da voz de M.Q. enquanto o death metal arraçado da Suécia do início dos anos noventa faz o resto. Esta mistura dos dois mundos soa bem e faz com que este regresso de brutalidade unidimensional (mas dinâmica) surja com vontade de ter um bom impacto. E tem.

7.5/10
Fernando Ferreira

Thorn – “The Encompassing Nothing”

2020 – Gurgling Gore Records / Brutal Cave Productions

EP de estreia dos Thorn, uma banda que sabe que o death e o doom quando é para se unirem, é para criar uma impressão duradoura. Embora não o consiga atingir pela originalidade, consegue-o pelo ambiente. Um ambiente cheio de mística e que nos parece chegar das cavernas das profundezas da terra. Não cedendo aos andamentos doom – pelo menos não o faz na grande maioria do tempo – tem dinâmica no tempo que não tem na sonoridade. Primeiro trabalho que serve para levar as orelhas dos que têm saudades do metal das grutas. Com capacidades para as satisfazer.

6.5/10 
Fernando Ferreira

Blood Of Angels – “Failure Of Faith”

2020 – Edição de Autor

Apesar de na sua génese o som do duo Aspidium seja bastante directo, consegue-se apanhar uns pormenores melódicos bem interessantes. Algo que não seria expectável numa proposta de black/death metal. Esse até é um pormenor que vamos interiorizando bem, já que faz bem no que à dinâmica diz respeito. A questão é que conforme o álbum vai avançando, essa dinâmica vai-se tornando progressivamente menos eficaz e instala-se uma certa tendência para o marasmo onde a repetição não é definitivamente benéfica.

6/10
Fernando Ferreira

Deconsecration – “Demo”

2020 – Chaos Records / Caligari Records

Death metal bruto e cavernoso está longe de ser uma novidade, mas quando se tem uma banda nova cujo primeiro lançamento, lançado em Setembro de 2020, é algo dentro destes moldes, não deixamos de ficar curiosos. Andamos algures pela passagem da década de oitenta para a de noventa, um sítio bem familiar. Os aficionados do género, poderão ficar agradavelmente surpreendidos por esta inesperada viagem no tempo mas poderão igualmente achar que não acrescenta nada em relação ao que foi feito nesse período. É uma questão de perspectiva. E de disposição.

6/10
Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.