WOM Reviews – Mammoth Mammoth / Ecstatic Vision / 30.000 Monkies / Cult Of Luna / Nazca Space Fox / Cryptae / Wykan / Padus

Mammoth Mammoth – “Kreuzung”

2019 – Napalm Records

O stoner tem sempre uma conotação pastelona mas os Mammoth Mammoth sempre remaram contra essa maré. Mais que nunca a banda australiana injecta uma dose selvagem de rock n’ roll no seu som – basta ouvir um tema como “Wanted Man” onde prestam uma clara (pelo menos aos nossos ouvidos) aos compatriotas AC/DC. Um rockão descomunal que não se fica por aqui. Do fuzz até às sonoridades mais psicadélicas, “Kreuzung” não só é possivelmente o trabalho mais forte da banda como também o mais variado e dinâmico. Rock deste é para durar uma vida!

Nota 9/10
Review por Fernando Ferreira


Cult Of Luna – “A Dawn To Fear”

2019 – Metal Blade Records

Regresso dos Cult Of Luna após seis anos que passaram desde “Vertikal”. Tendo esse disco o impacto que teve e tendo passado tanto tempo, já era esperado que este álbum não fosse imediato. Ou então foi apenas o meu sexto sentido que me dizia isso. O que é certo é que, não, “Dawn To Fear” não teve o efeito devastador que o seu antecessor teve. Porquê, poderão perguntar… bem, não é uma questão com fácil resposta, ou até definitiva. Como todas as grandes obras, este trabalho tem várias nuances, e explora os vários estados de espírito do ouvinte. Não tem qualquer tipo de concessão na sonoridade e identidade da banda mas é mais exigente, mais rico. Poderá, e acredito que isso possa acontecer, não superar no geral o anterior álbum, mas mostra que a banda continua a ser uma das maiores dentro do seu género.

Nota 9/10
Review por Fernando Ferreira


30.000 Monkies – “Are Forever”

2019 – Consouling Sounds

Nos dias em que vivemos, não deixa de ser absolutamente necessário chocar para chamar a atenção. Nem que chocar signifique ter uma capa cor de rosa e dourado. Seja como for, este não é um álbum cor de rosa e dourado até porque quem já conhece os belgas 30,000 sabe que pode esperar doom metal arrastado e de poucos amigos. A nossa maior curiosidade seria ver se a banda conservava o poder dos seus drones e podemos dizer facilmente que sim embora não tenha sido uma conquista fácil. Como também já se esperava ter música difícil de absorver, podemos dizer que o esperar o inesperado preparou-nos bem. A estranheza das dissonâncias (como na “He-Men”) poderá não entrar bem, mas é quando se embalam no poder bruto de riffs como “A Gift” que mais temos aquilo que se procurava.

Nota 8/10
Review por Fernando Ferreira


Ecstatic Vision – “For The Masses”

2019 – Heavy Psych Sounds

Assim que começámos a ouvir este novo álbum dos Ecstatic Vision, foi logo um cheiro a ervas exóticas que se soltou no ar… de tal forma que até ao olharmos para a capa, conseguimos ver a imagem sem qualquer tipo de distorção. Rock psicadélico a puxar ao stoner (ou pelo menos ao fuzz) capaz de nos meter logo a falar com o nosso animal sagrado e a ver as auras de todas as pessoas que encontramos à frente. Até mesmo às pessoas que não encontramos á frente. Claro que não for amigo do género em questão poderá achar que é fumo a mais na cabeça. Dos Ecstatic Vision e de quem ouve, mas este fumo é milagroso, consegue-nos ter uma claridade absoluta. Vai mais uma?

Nota 9/10
Review por Fernando Ferreira


Nazca Space Fox – “Pi”

2019 – Tonzonen Records

Esplendoroso segundo álbum dos alemães Nazca Space Fox. “Pi” é totalmente instrumental mas fala, de forma bastante eloquente, a linguagem universal da música, com algum psicadelismo (muito pouco), alguns elementos stoner mas principalmente com classe para se conseguir distanciar de qualquer rótulo que o limite. Poderá ser um pouco difícil de manter a atenção para aqueles que procuram algo mais arrojado em termos de peso mas para quem apenas quer relaxar após um longo dia com jams que são autênticas obras de arte, então vieram ao sítio certo.

Nota 8.5/10
Review por Fernando Ferreira


Cryptae – “Vestigial”

2019 – Sentient Ruin Laboratories

Já estamos habituados a coisas estranhas por parte da Sentient Ruin. Daquelas que estranham-se e depois… continuam a estranhar-se. O duo holandês conhecido como Cryptae insere-se perfeitamente nessa categoria. Temos este EP, com um tema apenas, de dezoito minutos. “Vestigial” é uma estranha viagem ao abiscmo. Não é um tema particularmente cativante apesar de memorável. É feio (como a noite escura), desagradável (como martelos a cairem nos dedos dos pés) e sujo (javardão como se não tomasse banho desde a guerra civil espanhola). É, mal comparado, semelhante ao seu logo – algo cincompreensível, que nos repele mas ainda assim nos prende a atenção. Estamos levemente curiosos pelo futuro, mas cautelosos.

Nota 6.5/10
Review por Fernando Ferreira


Wykan – “Brigid: Of The Night”

2019 – Edição de Autor

Segundo EP dos canadianos Wykan que trazem-nos uma espécie de black/doom metal pouco usual e altamente eficaz. Produção forte que em três temas que nos batem sem qualquer tipo de piedade. Mas mais do que brutalidade, é a dinâmica a sua principal arma, que nos troca as voltas e passa de um registo para o outro, não deixando de fazer sentido nem sequer soar forçado. Por mim vinha já o álbum.

Nota 9/10
Review por Fernando Ferreira


Padus – “Colloqui Con Il Satana”

2019 – Edição de Autor

Padus é uma one-man band de doom metal experimental. Até nos parecia a fórmula de duo, com o baixo e a bateria a terem papel principal mas não nos devemos esquecer dos teclados que são os principais responsáveis pelo ambiente lúgubre. A sonoridade crua é capaz de afastar muitos ouvintes e por vezes fica a ideia de que poderíamos ter mais alguns elementos para dar um pouco de mais riqueza em termos de dinâmicas. De qualquer forma, um lançamento interessante.

Nota 6.5/10
Review por Fernando Ferreira


Support World Of Metal
Become a Patron!

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: