WOM Reviews – Stench Of Profit / Across The Swarm / Pig Destroyer / Hath / Angel Morgue / Desolator / Apocryphus / Deathsiege

WOM Reviews - Stench Of Profit / Across The Swarm / Pig Destroyer / Hath / Angel Morgue / Desolator / Apocryphus / Deathsiege

Stench Of Profit – “No Place To Hide”

2020 – Lethal Scissor Records

Jardaaaaa! Da grossa! E inesperada. Quero dizer, não que perante a capa, título de álbum e música tivessemos dúvida, mas se não tivessemos acesso a isto e nos focássemos muito no primeiro tema “The Lake Of Void”, ainda pensaríamos que estavamos perante uma proposta synth wave ou então alguma banda sonora da década de oitenta. Mas não, é mesmo grindalhada da boa, sem perdão e com muito pouco tempo para respirar – o maior que se tem é mesmo na primeira música. Estreia de uma banda que já tinha prometido bastante com uma demo, um split e um EP mas que agora cumpre de forma assertiva. E que descarga de raiva esta é… vicia!

9/10
Fernando Ferreira

Across The Swarm – “Projections”

2020 – Time To Kill Records

Os italianos Across The Swarm têm andado silenciosos, mas numa altura em que a música anda por caminhos inceros, voltaram com um EP onde o seu death metal bruto e técnico demonstra estar ao melhor nível. “Projections” é composto por sete temas curtos e brutos. Tendo em conta o género em que se inserem, podemos dizer que faltaria pouco para ter lançado um álbum, apenas três temas mais e seria bem aceitável. Todavia, isso não é um problema, porque EP ou álbum, este é um lançamento bem sólido. Poderoso na forma como concilia a brutalidade e a técnica, são pouco mais de vinte minutos de intensidade metálica.

9/10
Fernando Ferreira

Pig Destroyer – “The Octagonal Stairway”

2020 – Relapse Records

Os Pig Destroyer são a par dos Napalm Death uma das maiores forças destruidoras do Grindcore e acabam de lançar o seu mais recente EP ‘The Octagonal Stairway’. Na primeira componente de ‘The Octagonal Stairway’ temos uma trilogia de faixas (‘The Octagonal Stairway’, ‘The Clavary’ e ‘Cameraman’) onde o Grindcore cru, sujo, visceral e ultra violento típico da banda sobressai e de que maneira por entre riffs corpulentos, hostis e impetuosos com vestígios de um Groove Thrash longínquo e veloz, embebidos na já habitual cascada de blasbeats que tão bem resume a essência da banda. As três ultimais faixas de ‘The Octagonal Stairway’ são no entanto completamente díspares das iniciais, uma tripla bizarria que mais parece uma espécie de homenagem ao Noise, um estilo que parece estar a captar a atenção da banda. Um especial destaque para a excentricidade de ‘Soud Walker’ a faixa que encerra o EP, uma anormalidade Industrial conduzida por uma hipnótica linha de baixo. ‘The Octagonal Stairway’ mostra que depois de duas décadas os Pig Destroyer estão bem vivos e com uma energia inesgotável.

9/10
Jorge Pereira

Hath – “Hive”

2015/2020 – Willowtip Records

Os Hath lançaram um exclente álbum de estreia no ano passado, mas há cinco anos atrás estreavam-se com este EP “Hive”, que deixava logo muitas boas indicações e que estavamos perante uma banda com um potencial imenso, potencial esse que se revela logo aqui à partida. Brutalidade a rodos, mas sempre com complexidade. Tendo estado apenas disponível de forma digital, esta é uma oportunidade única para ter “Hive” em CD. E valerá bem a pena!

9/10
Fernando Ferreira

Angel Morgue – “In The Morgue Of Angels”

2020 – Redefining Darkness Records

Angel Morgue chegam-nos dos Estados Unidos com um único propósito apenas: deixar-nos derreados com o seu death metal primitivo. “In The Morgue Of Angels” demonstra desde cedo que a banda não está muito interessada em coisas complicadas e que a profundidade lírica não é propriamente algo que lhes interesse. Para ser sincero, nem a nós. Não é preciso explicar a teoria de cordas para que nos satisfaça. É apenas death metal. “Apenas”. E do bom. Primitivo, retro se quiserem, mas daquele que nos remonta ao festival podre de entranhas ao sol, tal como em 89 ou coisa que o valha. Com um alvo bem específico em mente, a banda não o falha. Os fãs de death metal poderão confirmar.

8/10
Fernando Ferreira

Desolator – “Sermon Of Apathy”

2020 – Black Lion Records

Foram precisos sete anos para que os Desolator voltassem para o segundo álbum mas não foi esse período prolongado que nos deu qualquer tipo de indicação que voltassem com outra sonoridade que o death metal clássico. “Sermon Of Apathy” apresenta-nos isso mesmo com bons pormenores técnicos e com genica para cativar. A primeira (e única) coisa que se deve ter presente é que este é um álbum que é essencial que se tenha amor ao death metal tradicional. Apesar das melodias e pormenores técnicos, não há propriamente facilitismos e abertura para quem tem preferências a outros géneros. Já isso poderá ajudar a separar o trigo do joio.

7/10 
Fernando Ferreira

Apocryphus – “Eternal Suffering”

2019 / 2020 – PRC Music

Reedição do álbum de estreia dos Apocryphus que chegam de Lima, Peru. Ora tendo em conta que o álbum foi lançado o ano passado, não se percebe muito bem a razão de ser desta reedição, a não ser que faça parte de um novo plano de distribuição para além do território peruano. Seja como for, a banda traz-nos death metal old school, sem grandes espaços para inovações mas que ainda permite que se tenham alguns bons momentos. Avançar sem expectativas se gostarem do death metal tal como ele era apresentado no final da década de oitenta.

6.5/10
Fernando Ferreira

Deathsiege – “Unworthy Adversary”

2020 – Edição de Autor

Death metal bruto e sem qualquer tipo de contemplações para detalhes como melodia ou frivolidades como essas. A aura negra da blasfémia está bem presente mas não há grande coisa que acrescentem em relação ao que a mistura entre o death metal e black metal não tenham já revelado. Ainda assim, a produção orgânica – sobretudo o som da bateria que está perfeito – e a honestidade que temos ao longo desta curta demo faz que queiramos ter a banda israelita debaixo de olho nos próximos tempos.

6/10
Fernando Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.